Futebol 'Sei quando posso festejar e quando não posso', afirma Neymar

'Sei quando posso festejar e quando não posso', afirma Neymar

 Para canal de TV francês, camisa 10 também falou sobre desejo de ficar no PSG e que espera que Mbappé também siga no clube

Agência Estado - Esportes
Neymar fez dois gols no fim de semana pelo PSG

Neymar fez dois gols no fim de semana pelo PSG

Divulgação PSG - 31.1.2020

Neymar concedeu entrevista ao canal de TV francês TF1 e comentou sobre o seu futuro e sobre as críticas que recebe sobre a sua maturidade. O atacante brasileiro disse estar feliz na França e querer seguir lá.

"Hoje eu me sinto bem, me sinto mais adaptado, mais calmo. Então eu estou muito feliz aqui, quero ficar no Paris Saint-Germain. Quero continuar fazendo o que eu sempre fiz no PSG, jogar futebol e ser feliz. É o mais importante", afirmou o camisa 10. 

Como em todas as entrevistas, o atacante foi perguntado sobre sua vida fora dos gramados. Após desmentir notícias sobre uma possível grande festa para comemorar seus 29 anos, na próxima quinta-feira, Neymar falou sobre maturidade e saber a hora de comemorar. 

"Quem não gosta de festa? Todos gostamos de nos divertir. Sei quando posso festejar e quando não, mesmo que alguns digam que sou imaturo e não sei o que estou fazendo. Se você gosta do futebol a 100%, creio que acaba explodindo, então nunca desistirei. A festa é uma oportunidade para relaxar", opinou o jogador do PSG e da seleção brasileira. 

Na entrevista, o brasileiro fez questão de falar sobre o amigo Kylian Mbappé. "Espero que o Kylian (Mbappé) também fique. Gostamos muito de jogar juntos. Quero tirar o melhor dele. É um garoto de ouro, o chamo de 'Golden Boy' porque realmente é dourado. Tem um coração enorme. Como jogador, todo mundo sabe o que vale. Mas também fora do campo é incrível. Está sorrindo, feliz, gosta de se divertir. Nos parecemos muito. E temos que estar felizes para estar 100%", elogiou o camisa 10. 

Neymar afirmou que a parceria com o francês faz parte dos planos dele de futuro. " Ele ficar, é  obvio que esse é o desejo de todos os torcedores do Paris. Nós queremos fazer com que o PSG seja grande" , contou o brasileiro.

Em outro ponto, o brasileir falou sobre a tristeza na derrota da final da Liga dos Campeões da Europa de 2020, quando o PSG perdeu para o Bayern de Munique por 1 a 0. "Eu chorei, eu realmente queria trazer esta taça para a França. Infelizmente, não tivemos sucesso dessa vez, mas teremos outras oportunidades. E faremos de tudo para chegar à final e conquistar este título", disse.

Neymar fez dois gols no jogo da partida do PSG contra o Lorient nesse final de semana, mas a equipe acabou perdendo de virada. O atacante até brincou que era melhor esquecer os resultados do futebol neste final de semana, por também ter torcido para o Santos, derrotado na final da Copa Libertadores pelo Palmeiras.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook.

Neymar marca, mas PSG perde liderança; veja rodada na Europa

Últimas