Futebol São Paulo completa 92 anos de glórias e algumas frustrações

São Paulo completa 92 anos de glórias e algumas frustrações

Clube do Morumbi, que comemora aniversário junto com a capital paulista, nasceu em 1930 da junção de outros dois times locais

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Técnico Hernán Crespo ergue a taça do Paulistão 2021, a última do Tricolor

Técnico Hernán Crespo ergue a taça do Paulistão 2021, a última do Tricolor

Rubens Chiri / saopaulofc.net (23/05/2021)

Foi num 25 de janeiro, mas de 1930, que dissidentes do Club Athlético Paulistano e da Associação Atlética das Palmeiras decidiram se unir e criar uma nova agremiação. Nascia assim o São Paulo Futebol Clube.

São 92 anos de uma história repleta de muitas conquistas, vários ídolos, mas também de alguns momentos turbulentos.

Caçula entre os quatro gigantes do Estado, o São Paulo é a equipe brasileira com mais títulos internacionais, com 12 troféus. Além disso, é um dos mais vitoriosos no território nacional, com seis campeonatos brasileiros (1977, 1986, 1991, 2006, 2007 e 2008) e nenhum rebaixamento para a Série B.

Mesmo assim, em algumas ocasiões o coração tricolor ficou mais angustiado. Temporadas abaixo do esperado, treinadores que não deram certo, confusões internas e política conturbada fizeram com que o torcedor ligasse o sinal de alerta nos últimos anos.

Bons tempos
Dos momentos de glória, destaca-se a década de 1990. Sob o comando de Telê Santana, o São Paulo conquistou o mundo duas vezes, em 1992 e 1993, depois de erguer a taça da Libertadores da América também de forma consecutiva. Sob a regência do mestre Telê, o time também levou o Paulistão de 1991 e 1992 e o Brasileirão de 1991.

Já em 2005, sob o comando de Paulo Autuori, o Tricolor voltou a conquistar o mundo. Não sem antes ser campeão da América e do Paulistão, esse último sob o comando de Emerson Leão.

Em 2006, 2007 e 2008, o São Paulo entrou para a história do Brasileirão ao ser o primeiro time a conquistar o torneio três vezes seguidas. Muricy Ramalho foi o responsável por conduzir o tricampeonato e não à toa é um dos grandes ídolos da história recente do clube que já teve Waldir Peres, Dario Pereyra, Oscar, Peixinho, Kátia Cilene, Formiga e tantos outros.

Muricy, aliás, que segue no Tricolor, mas agora como diretor de futebol numa tentativa de reviver a dupla vitoriosa com Rogério Ceni, ex-goleiro que está em sua segunda passagem como treinador da equipe.

O goleiro-artilheiro e ídolo do clube assumiu o elenco durante um Brasileirão bastante conturbado, soube contornar a situação e evitou o que seria o primeiro rebaixamento da história do time do Morumbi. Agora, tenta recolocar o São Paulo no caminho da glória.

O início de mais uma jornada já tem data e hora para acontecer: defendendo o título do Paulistão, o Tricolor encara o Guarani em Campinas, na quinta-feira (27), às 21h30, pela primeira rodada do estadual de 2022.

Paulistão: veja todos os campeões do estadual mais antigo do Brasil

Últimas