Santos joga 'para o gasto', bate o Delfín e segue 100% na Libertadores

Gol solitário de Lucas Veríssimo deixou o Alvinegro com seis pontos somados em seis disputados na competição. Apesar disso, futebol não empolgou

Gol de Lucas Veríssimo garantiu a vitória do Santos na Libertadores

Gol de Lucas Veríssimo garantiu a vitória do Santos na Libertadores

RICHARD CALLIS/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

O Santos continua perfeito na Libertadores. Mesmo sem uma atuação de "encher os olhos" de seus torcedores, impedidos de entrar na Vila Belmiro por causa de uma confusão em 2019, a equipe comandada por Jesualdo Ferreira venceu o Delfín, do Equador, por 1 a 0 e manteve os 100% de aproveitamento na principal competição do continente. Lucas Veríssimo, de cabeça, marcou o único gol do jogo.

Com os 6 pontos somados, o Alvinegro terminará a segunda rodada na liderança do Grupo G, já que Olímpia e Defensa y Justicia, que se enfrentam nesta quarta, tropeçaram na estreia.

O jogo
Evoluindo nas últimas partidas, acumulando vitórias em sequência, o Santos iniciou o confronto indo para cima. Aos 9, Kaio Jorge perdeu uma grande chance de deixar a equipe na frente. Após cruzamento preciso de Soteldo, o jovem atacante cabeceou firme, mas a bola foi por cima do gol.

Apesar de ter o total domínio da posse de bola, a equipe só voltou a criar aos 29. E foi fatal. Carlos Sánchez cobrou falta na medida e Lucas Veríssimo subiu muito para cabecear e fazer 1 a 0.

Aos 36, por pouco Pituca não ampliou, com o goleiro Baroja fazendo uma grande defesa. Aos 39, foi Sánchez quem parou no goleiro.

O Delfín só ameaçou já nos acréscimos, em chute de longe de Alaníz que passou perto do gol santista.

E parece que a chance tardia na primeira etapa animou os equatorianos para o segundo tempo. Aos 10, novamente um chute de Alaníz assustou o goleiro Everson, que viu a bola passar rente à trave.

O Santos não se encontrava na parte final do jogo. E por pouco não levou o empate. Na marca de 42, Everson fez ótima defesa para evitar o gol em chute de longe de Noboa.

SANTOS 1 X 0 DELFÍN
Local: Vila Belmiro, Santos (SP)
Data – Hora: 10 de março de 2020 – 19h15
Arbitragem: Kevin Ortega (PER)
Assistentes: Michel Orue (PER) e Jesus Sanchez (PER)
Cartão amarelo: Luan Peres; Jobson; Lucas Veríssimo; Felipe Jonatan (SAN) / Cangá; Calderon; Alaníz (DLF)
GOL: Lucas Veríssimo 29' 1º (1-0)
Santos: Éverson; Pará, Lucas Verissimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Jobson, Sánhez (Evandro, 43' 2ºT) e Diego Pituca; Eduardo Sasha (Arthur Gomes, 12' 2ºT), Soteldo e Kaio Jorge (Yuri Alberto - Intervalo). Técnico: Jesualdo Fereira.
Delfín: Baroja; González, Cangá, Ale e Nazareno; Rojas (Cifuente, 45' 2ºT), Calderon (Benitez, 40' 2ºT), Noboa e Corozo (Valencia, 26' 2º); Alaniz e Garcés. Técnico: Carlos Ischia.

Ronaldinho não é primeiro! Lembre jogadores que já foram para cadeia