Futebol Santos faz 'gol relâmpago', atropela Grêmio e vai à semi da Libertadores

Santos faz 'gol relâmpago', atropela Grêmio e vai à semi da Libertadores

Kaio Jorge marca logo aos 11 segundos e é o destaque na goleada por 4 a 1. Próximo rival do Alvinegro sai do duelo argentino entre Boca Juniors e Racing

  • Futebol | Do R7

Kaio Jorge comemora um de seus gols na vitória do Santos

Kaio Jorge comemora um de seus gols na vitória do Santos

AMANDA PEROBELLI/EFE 16.12.20

O Santos está na semifinal da Libertadores! Com um gol logo aos 11 segundos e uma atuação bastante eficiente e segura, o Alvinegro superou o Grêmio por 4 a 1, na noite desta quarta-feira (16), na Vila Belmiro, e se garantiu entre os quatro melhores times da América do Sul.

COSME: Cuca é responsável pela avalanche. Santos massacrou Grêmio

Kaio Jorge, duas vezes, Marinho e Laércio garantiram a vitória do time paulista, que espera agora o vencedor do duelo argentino entre Boca Juniors e Racing para conhecer seu rival na semi.

Como a sequência da Libertadores é apenas em 2021, o Peixe agora foca no Brasileirão, onde, no próximo domingo (20), encara o Vasco, em São Januário. Enquanto isso, o Grêmio joga no dia anterior, contra o Sport, também fora de casa.

Começou... e gol!
Mal a bola tinha começado a rolar e o Santos já estava na frente. Jean Pyerre errou na hora de recuar a bola, Kaio Jorge foi rápido, ganhou na velocidade de David Braz e Vanderlei e mandou para o gol. 1 a 0 aos 11 segundos de jogo! Esse foi o quinto gol mais rápido da história da Libertadores!

Quase o empate!
Se errou feio no gol adversário, por pouco Jean Pyerre não se redimiu aos 5. Diego Souza recuperou a bola no campo de ataque e cruzou para o camisa 10, que mandou a bola no travessão.

Contra-ataque mortal
A vantagem no placar deu maior tranquilidade aos donos da casa, que passaram a explorar o contra-ataque. E foi exatamente assim que, aos 15 minutos, o Santos chegou ao segundo gol. Sandry carregou a bola pelo meio e encontrou Lucas Braga. O atacante deixou Orejuela caído e cruzou na medida para Marinho, que bateu firme para marcar.

Trave 'segura' o Grêmio
O Grêmio por pouco não descontou aos 30. Matheus Henrique fez boa tabela com Pepê e bateu forte. John fez a defesa e a bola explodiu no travessão.

Renato não evitou queda gremista

Renato não evitou queda gremista

AMANDA PEROBELLI/EFE 16.12.20

3 a 0
Na volta para a segunda etapa, Renato Gaúcho bem que tentou manter o Grêmio vivo, apostando na entrada do meia Pinares. Mas levou um verdadeiro "balde de água fria" logo aos 8.

Após cobrança de escanteio, Kaio Jorge desviou para marcar seu segundo gol no jogo, o sexto na Libertadores.

A situação do Santos estava tão tranquila, que Marinho, principal jogador da equipe, sentiu dores na perna e, para não agravar a situação, o técnico Cuca o substituiu aos 20.

Joooohn!
O Grêmio voltou a ameaçar aos 31, em falta muito bem cobrada por David Braz. John fez excelente defesa. No lance seguinte, Diego Souza cabeceou para fora.

'Gol de honra'
A pressão gremista deu resultado aos 35. Ferreirinha cruzou da direita e Thaciano, de cabeça, fez o "gol de honra" dos gaúchos, que não tiveram força para buscar o resultado. E ainda levaram mais um gol.

Vaga garantida
Após defesaça de Vanderlei em chute de Marcos Leonardo, a bola seguiu com o Santos. Jean Mota cruzou na medida para Laércio, que cabeceou firme e colocou o Peixe definitivamente na semifinal da Libertadores!

SANTOS 4 X 1 GRÊMIO

Data e hora: 16/12/2020, às 19h15 (horário de Brasília)
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Wilmar Roldán (COL)
Assistentes: Wilmar Navarro e Dionisio Ruiz (ambos COL)
VAR: Nicolás Gallo (COL)
Cartões amarelos: John, Guilherme Nunes, Bruno Henrique (SAN); Kannemann, Pinares, Pepê (GRE)
Gols: Kaio Jorge, aos 11 segundos do primeiro tempo (SAN) e Marinho, aos 15 minutos do primeiro tempo (SAN); Thaciano, aos 35 minutos do segundo tempo (GRE); Laércio, aos 38 minutos do segundo tempo (SAN)
SANTOS: John, Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan (Wagner); Alison (Laércio), Sandry e Jobson (Guilherme Nunes); Marinho (Jean Mota), Lucas Braga e Kaio Jorge (Marcos Leonardo) Técnico: Cuca
GRÊMIO: Vanderlei; Orejuela (Victor Ferraz), Geromel, David Braz (Diego Churín) e Diogo Barbosa; Matheus Henrique, Darlan (Pinares), Luiz Fernando (Ferreira), Jean Pyerre (Thaciano) e Pepê; Diego Souza Técnico: Renato Gaúcho

Neymar faz três novas tatuagens e tem quase corpo todo desenhado

Últimas