Campeonato Brasileiro

Futebol Santos empata com Athletico-PR e segue sem vencer como visitante

Santos empata com Athletico-PR e segue sem vencer como visitante

Jogo intenso do começo ao fim na Arena da Baixada, em Curitiba, termina em 2 a 2, na noite deste sábado (4), pelo Brasileirão

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Sandry (foto) calibrou o pé no lançamento para gol santista de Marcos Leonardo

Sandry (foto) calibrou o pé no lançamento para gol santista de Marcos Leonardo

Ivan Storti/Santos FC

O Santos visitou o Athletico-PR na noite deste sábado (4), na Arena da Baixada, e empatou em 2 a 2 pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, no momento do apito afinal, o Peixe saiu da nona posição e assumiu provisoriamente a oitava, com 12 pontos. Já o Furacão oscilou da sexta para a sétima colocação, com 13.

O time do litoral paulista segue sem vencer como visitante no Brasileiro e os paranaenses continuam sem perder em casa desde que o técnico Luiz Felipe Scolari assumiu a equipe, há um mês: quatro vitórias e um empate.

O próximo compromisso do Peixe na competição será na quarta-feira (8), às 21h30, contra o Internacional, na Vila Belmiro. Já o Furacão visita o Juventude em Caxias do Sul (RS), na mesma quarta, às 19h.

O jogo

O Alvinegro Praiano logo se lançou ao ataque. Assustou: logo aos 6’ com Léo Baptistão, em boa fase, com chute cruzado. E, aos 8’, em falta cobrada por Lucas Pires — a bola subiu demais.

A insistência e a intensidade foram recompensadas: aos 11’, gol de Marcos Leonardo, de cabeça, no cantinho direito, após cruzamento preciso de Sandry. Décimo do camisa 9 santista na temporada. Peixe na frente e Furacão recuado.

Aos 15’, outro cabeceio santista, dessa vez com Bauermann. E, aos 17’, escanteio para os paranaenses, mas sem efetividade.

O Peixe se mantinha com mais de 60% de posse de bola e os donos da casa sequer conseguiam acertar uma finalização. O atacante Pablo, esperança de gol do Furacão, seguia discreto.

O cenário mudou a partir dos 30' em pressão iniciada pelo Furacão: quatro finalizações sem sequência com uma bola na trave santista e duas grandes defesas de João Paulo.

A torcida paranaense percebeu o bom momento e passou a empurrar a equipe do técnico Felipão ao mesmo tempo em que o comandante santista Fabián Bustos colocava todo o banco para aquecer.

O Peixe ainda respondeu com cruzamento de Lucas Pires, aos 37', interceptado pelo goleiro Bento quando Marcos Leonardo já se posicionava para acertar o chute.

Até que o sumido Pablo apareceu. Oportunista, surgiu na pequena área após cruzamento de Pedro Rocha e empurrou a bola para o fundo das redes: 1 a 1 em seu sétimo gol na temporada. E ainda tomou amarelo na comemoração.

O Peixe tentou alguma coisa em cabeceio de Bauermann, mas a etapa inicial ficou mesmo no empate com um gol para cada lado.

Segundo tempo

Começou como o primeiro, mas a pressão era toda dos donos da casa. Khellven, por exemplo, avançou rapidamente aos 8', mas chutou para fora. 

Pelo Santos, Marcos Leonardo e Jhojan Julio receberam cartões amarelos. E o Furacão seguia no ataque para impor seu mando de campo.

Deu certo: em nova investida dos paranaenses, aos 10', Léo Baptistão tentou tirar bola cruzada, mas acabou marcando contra: 2 a 1 Athletico-PR.

A alegria dos donos da casa durou pouco: aos 18', Maicon cruzou, Julio desviou e Marcos Leonardo acertou o pé de primeira para marcar seu gol de número 11 em 2022. Tudo igual.

Bustos mexeu no Santos em clara tentativa de fazer seu time vencer a primeira no Brasileirão como visitante. Tanto que o camisa 10 Ricardo Goulart foi para o jogo no lugar de Auro e Lucas Braga substituiu Camacho.

A partida ficou ainda mais movimentada em ótima apresentação das duas equipes. Lucas Pires arriscou chute de longe para o Santos; o Athletico-PR ainda teve escanteio e reclamou de pênalti; a tensão aumentou porque um triunfo mudava muito o contexto do vencedor na tabela.

Mais tenso ainda para o Santos, que perdeu Maicon, machucado. Velázquez entrou, mas nada mudou. Placar final em Curitiba: 2 a 2.

FICHA TÉCNICA
Athletico-PR 2 x 2 Santos
Local: Estádio Joaquim Américo Guimarães (Arena da Baixada), em Curitiba (PR)
Data e hora: sábado (4/6), às 19h
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC/FIFA)
Assistentes: Alex dos Santos (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)
VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)

Gols: Marcos Leonardo (Santos), aos 11'/1ºT; Pablo (Athletico-PR), aos 42'/1ºT; Léo Baptistão (Santos - contra), aos 10'/2ºT; Marcos Leonardo (Santos), aos 18'/2ºT

Cartões amarelos: Nicolás Hernández (Athletico-PR), aos 7'/1ºT; Christian (Athletico-PR), aos 24'/1ºT; Pablo (Athletico-PR), aos 43'/1ºT; Marcos Leonardo (Santos), aos 7'/2ºT; Jhojan Julio (Santos), aos 9'/2ºT; Cuello (Athletico-PR), aos 23'/2ºT

ATHLETICO-PR: Bento; Khellven, Pedro Henrique, Nico Hernández e Abner; Hugo Moura, Christian (Léo Cittadini) e David Terans (Erick); Cuello (Vitor Roque), Pedro e Pablo. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

SANTOS: João Paulo; Auro (Ricardo Goulart), Bauermann, Maicon (Velázquez) e Lucas Pires; Camacho (Lucas Braga), Zanocelo e Sandry; Jojhan Julio (Felipe Jonatan), Léo Baptistão e Marcos Leonardo. Técnico: Fabián Bustos.

Artilheiros do Brasil estão separados por um gol cada

Últimas