Futebol Santos afasta coordenador da base após denúncia de abuso sexual

Santos afasta coordenador da base após denúncia de abuso sexual

Ruan Petrick Aguiar de Carvalho, atleta de 19 anos, diz ter sido vítima de Ricardo Marco Crivelli, em 2010, quando tinha 11 anos

  • Futebol

Clube disse ter recebido a acusação com surpresa e prometeu investigar o assunto

Clube disse ter recebido a acusação com surpresa e prometeu investigar o assunto

Divulgação/Ivan Storti/Santos FC

A diretoria do Santos anunciou na noite desta terça-feira (17) o afastamento do coordenador das categorias de base do clube, Ricardo Marco Crivelli, que foi alvo de denúncia de abuso sexual.

O jogador Ruan Petrick Aguiar de Carvalho, 19 anos, diz ter sido vítima dele em 2010, quando tinha 11 anos, e registrou um boletim de ocorrência sobre o assunto na última sexta-feira.

Segundo reportagem publicada pela versão online do jornal Folha de S. Paulo, Ruan acusa Crivelli, que é conhecido como Lica, de tê-lo abusado quando lhe chamou para dormir na sua casa.

O incidente teria sido antes do jogador ser aprovado nas categorias de base do Santos, onde ficou por um ano e meio, até ser dispensado.

Na nota, o clube disse ter recebido a acusação com surpresa e prometeu investigar o assunto.

"O clube vai investigar criteriosamente a situação, considerando que o profissional em questão jamais teve qualquer mácula em sua extensa carreira no futebol, e que acusações como essa envolvem reputações, tanto dos acusadores, quanto do próprio acusado, que devem ser preservadas sem qualquer juízo prévio de culpa", diz o texto.

O Santos considerou o afastamento de Lica como preventivo e disse aguardar a apuração feita pelas autoridades. O clube reiterou ser reconhecido internacionalmente pelos trabalhos nas categorias de base, que além dos resultados esportivos, têm como um dos focos a dedicação a atividades de cidadania.

EsportesR7 no YouTube. Inscreva-se

Clubes brasileiros ganham camisas ligadas a seleções da Copa de 2018

Últimas