Rodrigo Caio valoriza vitória sobre o lanterna, mas cobra: 'Faltou capricho'

Apesar do placar magro, o Flamengo não encontrou dificuldades para vencer a Chapecoense, por 1 a 0, na manhã deste domingo, na Arena Condá, pela 23.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time comandado por Jorge Jesus dominou do início ao fim e poderia ter goleado.

O zagueiro Rodrigo Caio lamentou as chances desperdiçadas - o Flamengo acertou duas vezes a trave de Tiepo -, mas procurou valorizar o bom desempenho do time diante do lanterna, que ameaçou apenas através de bolas aéreas.

"A gente teve um pouco de dificuldade, mas é normal. A Chapecoense veio para cima no fim. Tivemos as melhores oportunidades, faltou um pouco de capricho. Fizemos uma excelente partida, conseguimos um grande resultado e é mérito total da equipe", disse o defensor.

Rodrigo Caio, inclusive, foi um dos jogadores chamados por Jorge Jesus após a partida para uma conversa particular. O zagueiro disse que se tratou de "um lance que saiu jogando errado e forçou o passe em Diego Alves. Ele (Jesus) não quer que recue a bola, mas coloque para fora, por ser um lance arriscado".

Mas a cobrança maior do treinador pareceu ser em cima do jovem Reinier. Provavelmente para ele soltar a bola mais rápido. O que também chamou a atenção foi a saída de campo do atacante Berrío, carregado pelos companheiros Vitinho e Rhodolfo. O colombiano, que entrou aos 14 minutos do segundo tempo, foi substituído nos acréscimos depois de torcer o tornozelo direito. Fará exames mais detalhados nesta segunda-feira.