Futebol Presidente do Guarani acusa FPF de erro e diz que irá mover ação por vaga na Copa do Brasil

Presidente do Guarani acusa FPF de erro e diz que irá mover ação por vaga na Copa do Brasil

Mandatário diz que a classificação da equipe deveria ocorrer via Paulistão, algo que não aconteceu

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Ricardo Moisés, presidente do Guarani, em entrevista coletiva

Ricardo Moisés, presidente do Guarani, em entrevista coletiva

Foto: Thomaz Marostegan/Guarani FC

O presidente do Guarani, Ricardo Moisés veio a público nesta terça-feira (17) para se posicionar a respeito do sorteio da vaga na Copa do Brasil. Na última quarta-feira (16), o clube paulista perdeu a vaga para o Criciúma após um sorteio realizado pela CBF.

“Todas as medidas cabíveis e legais, para respeitar o direito à vaga do Guarani já foram tomadas. E o Guarani luta para disputar a Copa do Brasil deste ano”, explicou o dirigente.

O time do interior paulista brigava pela vaga com o time catarinense, visto que ambos estavam empatados no ranking de clubes, mas após o sorteio o Bugre ficou de fora. Nesta mesma entrevista, Ricardo Moisés acusou a Federação Paulista de erro e disse que a vaga do time campineiro deveria acontecer via Paulistão.

O argumento se baseia em que a FPF redirecionou uma vaga equivocadamente ao Botafogo-SP, que foi vice-campeão do torneio do interior, algo que não está previsto no regulamento. Ao todo, a Federação prometia quatro vagas na Copa do Brasil via Paulistão, sendo três pelo posicionamento final do torneio e uma para o campeão do Troféu do Interior.

“A Federação Paulista de Futebol se equivocou na indicação do Botafogo-SP. É um equívoco que precisa ser corrigido. Não é algo que foi premeditado, mas nós estamos trabalhando para que isso seja revertido e o Guarani jogue a Copa do Brasil. O nosso argumento tem fundamento tanto no regulamento de competições da CBF, quanto no regulamento do próprio Campeonato Paulista. O Torneio do Interior prevê vaga somente para o campeão. O Ituano foi o campeão, mas como conseguiu lugar na Copa do Brasil pela colocação no Paulista, a vaga deveria ter sido encaminhada para o melhor colocado no estadual depois do Ituano, que é no caso foi o Guarani. E não ao vice-campeão do interior”, declarou o mandatário.

Palmeiras, campeão estadual, e Corinthians, terceiro lugar Paulistão, jogam a Libertadores e já estão classificados para a Copa do Brasil. O São Paulo, vice-campeão paulista, garantiu a vaga via Campeonato Brasileiro.

Com isso, Red Bull Bragantino, Ituano e São Bernardo, quarto, quinto e sexto colocados respectivamente no Paulistão, garantiram a vaga pelo regulamento. Acontece, que o Ituano também foi o campeão do Troféu do Interior. Com isso, a vaga foi passada ao Botafogo-SP, vice no torneio. É justamente essa questão que o Bragantino contesta.

“O impacto é gigantesco. A cada temporada o Guarani vem ganhando posições no ranking de clubes. Há, claro, um prejuízo financeiro também. Nós, entre os clubes da Série B, fizemos um movimento para que a CBF reajuste as premiações. É importante para o nosso calendário”, concluiu o mandatário.

Confira 7 momentos hilários de Silvio Luiz, Bola e Carioca no Paulistão 2023

Últimas