Futebol Premier League recomenda aos clubes que proíbam bandeiras de Israel e Palestina nos estádios

Premier League recomenda aos clubes que proíbam bandeiras de Israel e Palestina nos estádios

A ideia é evitar tensões nas arquibancadas; a federação inglesa já havia proibido camisas de outras seleções durante a data Fifa

Lance
Bandeira da Palestina nas arquibancadas da torcida da Irlanda, em jogo contra a Grécia

Bandeira da Palestina nas arquibancadas da torcida da Irlanda, em jogo contra a Grécia

Clodagh Kilcoyne/Reuters - 13/10/2023

A Premier League vai orientar os seus clubes a proibir as bandeiras de Israel e da Palestina nos estádios a partir do próximo fim de semana.

De acordo com o portal The Athletic, a decisão foi tomada em conjunto com organizações de segurança e grupos judaicos.

Nesta data Fifa, a Federação Inglesa de Futebol (FA) já havia proibido essas bandeiras e camisas de outros times nos jogos da seleção da Inglaterra contra a Austrália e a Itália.

As medidas entraram em vigor após os ataques do Hamas a Israel, no dia 7 de outubro; o governo israelense declarou guerra ao grupo, e conflitos armados têm ocorrido na região da Faixa de Gaza.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram

A ideia é evitar a tensão dentro dos estádios. Clubes como o Tottenham já têm políticas estritas em relação a bandeiras que podem gerar conflitos entre os torcedores.

A English Football League (EFL), que gere as ligas inferiores na Inglaterra, também estuda adotar a mesma medida para suas partidas.

Al-Hilal confirma lesão grave de Neymar e que atacante vai passar por nova cirurgia

Últimas