Palmeiras vence Corinthians nos pênaltis e é campeão do Paulistão

Jô empatou partida nos acréscimos e levou decisão para penalidades depois de 1 a 1 no tempo normal. Jovem Patrick de Paula anotou cobrança decisiva

Luiz Adriano marcou aos 3 minutos do 2º tempo na final do Paulistão 2020

Luiz Adriano marcou aos 3 minutos do 2º tempo na final do Paulistão 2020

Alex Silva/Estadão Conteúdo - 8.8.2020

A história de 103 anos de Palmeiras e Corinthians ganhou neste sábado (8) mais um capítulo especial. Melhor para o Verdão, que venceu o Timão por 4 a 3 nos pênaltis (1 a 1 no tempo normal, com direito a empate nos acréscimos) e ficou com o título do Campeonato Paulista 2020, em um vazio Allianz Parque por conta da pandemia do novo coronavírus. O jovem Patrick de Paula garantiu a cobrança decisiva, que tirou o clube de 12 anos de fila no Estadual. Weverton defendeu os chutes de Michel Macedo e Cantillo.

Essa conquista representou também a vantagem no número de títulos estaduais diante do adversário. Agora são quatro títulos para o Palmeiras, contra três do Corinthians em confrontos diretos decisivos. Ao todo, são 23 conquistas do alviverde, o segundo maior vencedor da competição, atrás apenas do alvinegro, com 30.

De quebra, o técnico Vanderlei Luxemburgo se consolidou como o técnico com mais títulos paulistas: nove, um a mais que Lula, lendário técnico do Santos.  

Nos primeiros 45 minutos, nenhum gol. Os lances mais importantes foram uma grande defesa de Cássio em um chute de Willian na pequena área e um gol em que foi assinalado impedimento de Jô. No mais, as equipes tiveram inúmeras dificuldades nas criações de jogadas e levaram poucos perigos.

O gol saiu logo aos 3 minutos da etapa complementar. O lateral-esquerdo Viña foi para o ataque com liberdade e, da intermediária mesmo, cruzou na cabeça de Luiz Adriano. O camisa 10 ganhou de Danilo Avelar e colocou a bola no canto direito de Cássio.

Todo mundo sabe, no entanto, que o Corinthians luta até o fim. O zagueiro Gustavo Gómez fez um pênalti bobo aos 50 minutos, no último lance da partida. Jô aproveitou a oportunidade e mandou no canto esquerdo de Weverton, que chegou a tocar na bola. Somado ao empate sem gols do primeiro jogo, a partida foi para os pênaltis.

Nas penalidades, Danilo Avelar, Sidcley e Jô marcaram. Michel Macedo e Cantillo desperdiçaram. Do outro lado, Raphael Veiga, Gustavo Scarpa, Lucas Lima e Patrick de Paula converteram suas cobranças. Bruno Henrique havia parado em Cássio.

Já pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro, que começa neste fim de semana, o Palmeiras enfrenta o Vasco, no Allianz Parque; e o Corinthians pega Atlético Goianiense, no Itaquerão. As partidas ainda serão remarcadas pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

PALMEIRAS 1 (4) X (3) 1 CORINTHIANS
Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data-Hora: 8/8/2020 - 16h30
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Auxiliares: Marcelo Van Gasse e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa
Público/renda: Portões Fechados
Cartões amarelos: Lucas Lima, Patrick de Paula e Rony (PAL) Cantillo, Gabriel e Gil (COR)
Gols: Luiz Adriano (3'/2ºT) (1-0), Jô (51'/2ºT) (1-1)

Pênaltis
COR: Michel Macedo (perdeu), Danilo Avelar (marcou), Cantillo (perdeu), Sidcley (marcou), Jô (marcou)

PAL: Bruno Henrique (perdeu), Raphael Veiga (marcou), Gustavo Scarpa (marcou), Lucas Lima (marcou), Patrick de Paula (marcou)

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Felipe Melo, Gustavo Gómez e Viña; Patrick de Paula, Gabriel Menino (Bruno Henrique, no intervalo) e Ramires (Rony, no intervalo); Willian (Lucas Lima, aos 39'/2ºT), Zé Rafael (Raphael Veiga, aos 30'/2ºT) e Luiz Adriano (Gustavo Scarpa, aos 31'/2ºT). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner (Michel Macedo, aos 25'/2ºT), Gil, Danilo Avelar e Carlos Augusto (Sidcley, aos 35'/2ºT); Gabriel (Cantillo, aos 13'/2ºT) e Éderson; Ramiro (Araos, 13'/2ºT), Luan e Mateus Vital (Everaldo, no intervalo); Jô. Técnico: Tiago Nunes.

Curta a página de Esportes do R7 no Facebook

Flamengo de novo? Veja destaques na briga pelo título do Brasileirão