Seleção brasileira

Futebol Neymar deixa treino após sofrer pisão e vira dúvida na seleção

Neymar deixa treino após sofrer pisão e vira dúvida na seleção

Camisa 10 se lesionou em dividida com Danilo e Léo Pereira. Segundo médico da seleção, chances de o craque jogar são remotas

Agência Estado - Esportes
Neymar recebe atendimento na beira do campo após levar um pisão durante treino em Seul

Neymar recebe atendimento na beira do campo após levar um pisão durante treino em Seul

Lee Jin-Man/Estadão Conteúdo - 01.06.2022

O técnico Tite ganhou uma preocupação de última hora para o primeiro amistoso da seleção brasileira nesta data-Fifa. Neymar sofreu um pisão no pé direito no treino desta quarta-feira (1º), deixou a atividade mais cedo e virou dúvida para o jogo com a Coreia do Sul, em Seul, na manhã desta quinta-feira (2) (pelo horário de Brasília).

De acordo com o médico da seleção, Rodrigo Lasmar, Neymar sofreu um pisão na altura do terceiro metatarso do pé direito, em posição diferente da lesão que o atrapalhou nos últimos anos. Com o pé inchado, o atacante fará exames e será reavaliado nas próximas horas. No entanto, Lasmar admitiu que o tempo é "muito curto" até o jogo e disse que as chances de Neymar entrar em campo nesta quinta são remotas.

O principal jogador da seleção se machucou numa dividida com o volante Danilo e o zagueiro Léo Ortiz no treino entre titulares e reservas. Em seguida, o atacante passou a mancar no gramado do estádio da Copa do Mundo, onde a atividade foi realizada, e precisou sair de campo para receber atendimento médico.

Pelas redes sociais, Neymar publicou uma foto do seu pé, com um grande inchaço e um aparente hematoma na altura do terceiro metatarso. O jogador corre o risco de ser cortado dos dois amistosos da seleção – o segundo jogo será contra o Japão, em Tóquio, na segunda-feira (6).

Pé de Neymar ficou muito inchado

Pé de Neymar ficou muito inchado

Reprodução/Instagram/@neymarjr

Sem Neymar no treino, o técnico Tite colocou Philippe Coutinho na equipe titular, indicando a possível escalação do Brasil para o jogo desta quinta. Ele também incluiu Casemiro na equipe, apesar de inicialmente o volante estar fora da partida porque jogou no sábado (28), na final da Liga dos Campeões, e só se apresentou nesta terça (31).

Na atividade, Tite formou o time titular com Weverton; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Silva; Casemiro (Bruno Guimarães), Fred e Philippe Coutinho (Neymar); Raphinha, Richarlison e Lucas Paquetá.

A atividade desta quarta não contou com a presença do zagueiro Éder Militão, que também defendeu o Real Madrid na final de sábado. O defensor não pôde embarcar com os demais brasileiros presentes naquela decisão porque seu teste para Covid-19 apresentou resultado inconclusivo. Horas depois, fez novo exame, negativado. Liberado para viajar, ele não se apresentou ao grupo a tempo de participar do treino.

Mais problemas físicos

Neymar não é a única preocupação de Tite. O zagueiro Gabriel Magalhães, do Arsenal, esteve fora dos últimos dois treinos por causa de dores musculares na coxa esquerda. Ele também corre o risco de ser vetado para o amistoso desta quinta, assim como já aconteceu com o goleiro Ederson, pelo mesmo problema físico.

Ederson seria titular nesta quinta porque Alisson também se apresentou apenas nesta terça, por ter defendido o Liverpool na final de sábado. Sem poder contar com a dupla para amanhã, Tite vai escalar Weverton, do Palmeiras, no amistoso com a Coreia do Sul.

Antes da apresentação do grupo, na semana passada, Tite já havia cortado o lateral-direito Danilo, também devido a questões físicas. O treinador não chamou nenhum jogador para substituir o defensor na delegação brasileira.

Tango D10S: conheça o museu dentro de avião em homenagem a Maradona

Últimas