Futebol Narciso relembra conselhos de Pelé durante campanha histórica do Brasileiro de 1995

Narciso relembra conselhos de Pelé durante campanha histórica do Brasileiro de 1995

Ex-jogador atuou no clube paulista de 1994 a 1998 e retornou ao Peixe em 1999, onde ficou até encerrar a carreira, em 2005

  • Futebol | Pietro Otsuka, Do R7

Narciso foi titular na zaga santista e, no período em que Luxemburgo foi técnico, foi volante

Narciso foi titular na zaga santista e, no período em que Luxemburgo foi técnico, foi volante

Maria Cunha/R7 - 02.01.2023

O ex-jogador Narciso relembrou, durante o velório de Pelé, os conselhos que o Rei do Futebol costumava dar aos jogadores do Peixe. Na temporada histórica no Brasileirão de 1995, o Santos foi vice-campeão, e o zagueiro disse que o ídolo incentivava o time de maneira descontraída.

"Em 1995, em um determinado momento, a gente estava tomando alguns gols e ele [Pelé] falava com a gente: 'Evitem tomar gols, que fica mais fácil de a gente ganhar o jogo'. Então, ele passava de uma maneira tão simples, brincando, rindo, e a gente entendia muito bem o recado", disse ao R7, na Vila Belmiro.

Narciso também contou que tinha uma relação pessoal com "Edson". A proximidade aconteceu por conta da amizade com o filho de Pelé, o treinador Edinho, do Londrina. "Uma vez, nós estávamos almoçando na casa do Edinho e o Pelé chegou de surpresa, e ficamos conversando. Ele sentou com a gente e almoçou como Edson", explicou.

Aposentadoria da camisa 10

O ex-jogador apoiou a aposentadoria da camisa 10, eternizada por Pelé no Santos. Ele afirma que, assim como é feito nos Estados Unidos, o número precisa ser guardado.

"Os esportes americanos fazem isso com seus ídolos, que são imortalizados. Pelé é o maior de todos. Na minha opinião, tem que ser, sim [aposentada]. Tem que guardá-la e deixá-la na lembrança", defendeu.

Velório de Pelé

O velório de Pelé começou nesta segunda-feira (2), às 10h, na Vila Belmiro, em Santos. A cerimônia é aberta ao público e se encerra na terça-feira (3), também às 10h. O corpo do Rei do Futebol deve passar pela cidade em cortejo até o canal 6, onde mora a mãe do ex-jogador, Celeste Arantes do Nascimento. O sepultamento será no Memorial Necrópole Ecumênica, e é reservado aos familiares.

Velório de Pelé em Santos: multidão se despede do Rei do Futebol

Últimas