Futebol Messi é eleito o Atleta do Ano pela revista Time

Messi é eleito o Atleta do Ano pela revista Time

A revista afirmou que o carque argentino conseguiu o impossível e transformou 'os Estados Unidos em um país do futebol'

Agência EFE
Messi é eleito o Atleta do Ano pela revista Time

Messi é eleito o Atleta do Ano pela revista Time

Sam Navarro/Reuters - 10.11.2023

O argentino Lionel Messi foi coroado mais uma vez, desta vez com o título de "atleta do ano", concedido anualmente pela revista americana Time.

"Ele conseguiu fazer o que antes parecia impossível:", diz a revista como principal argumento de apoio a um dos poucos títulos que faltavam ser conquistados pelo jogador argentino.

Clique aqui e receba as notícias do R7 Esportes no seu Whatsapp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

A matéria é ilustrada com várias fotos em que o craque aparece vestido com o uniforme rosa do Inter Miami — nenhuma delas mostra Messi com a camisa da seleção argentina —, clube ao qual chegou em julho deste ano e já começou a conquistar títulos.

O texto não poupa elogios para "o maior jogador vivo, indiscutivelmente o maior que já jogou o esporte mais popular do mundo", e destaca como sua presença atraiu milhares de pessoas aos estádios de futebol dos EUA, e milhões se tornaram espectadores do futebol no país.

"Messi deu um impulso inigualável ao futebol nos EUA: presença nos estádios, preços, vendas de merchandising e visualização de jogos: suas partidas provocam um reavivamento religioso", escreve a Time, que lembra como o argentino levou estrelas como Kim Kardashian e o rapper Fat Joe aos estádios e, por sua vez, ajudou a aumentar a popularidade do esporte.

"Esse cara é um ícone cultural. Ele é um grande entre os grandes", disse Fat Joe à revista.

A publicação chega a dizer que Messi transformou os Estados Unidos em "um país do futebol". O elogio se estende ao caráter e ao comprometimento de Messi com sua nova equipe.

"Desde o primeiro dia, Leo chega primeiro e sai depois de todos os outros. Ele é o jogador mais profissional de toda a equipe", relatou David Beckham, proprietário e atual presidente do Inter Miami, a quem se atribui o empurrão final para que Messi assinasse com o clube, recusando ofertas mais lucrativas da Arábia Saudita.

E em termos de impacto econômico, basta dizer que no dia de sua estreia, a Apple TV adicionou 110.000 novos assinantes em apenas 24 horas para assistir à liga de futebol dos EUA por meio do "MLS Season Pass", de acordo com dados da empresa Antenna, algo nunca visto antes.

O público no estádio do Inter em Miami cresceu 40% desde a chegada de Messi e agora tem uma média de 30.000 espectadores por jogo, embora tenha chegado a 61.124 em uma partida em outubro.

A popularidade de Messi está afetando outros clubes do mesmo esporte: "Agora estamos entrando em negociações com pessoas que não seriam remotamente possíveis há cinco anos", disse o presidente do clube de Dallas, Dan Hunt.

Felizes para sempre? Messi e Antonella estariam vivendo crise em relacionamento 'conto de fadas'

Últimas