Futebol Madson marca, Santos bate Athletico-PR e respira no Brasileirão

Madson marca, Santos bate Athletico-PR e respira no Brasileirão

Com a vitória, o Peixe pula para a 11ª colocação, com 35 pontos, ultrapassa até o próprio Furacão e se afasta do rebaixamento

  • Futebol | Pietro Otsuka, do R7

Madson marca de cabeça, Santos vence Athletico e respira no Brasileirão

Madson marca de cabeça, Santos vence Athletico e respira no Brasileirão

REINALDO REGINATO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO - 30/10/2021

O Santos conseguiu uma vitória importantíssima neste sábado (30), diante do Athletico-PR, em plena Arena da Baixada, e se afastou ainda mais da zona de rebaixamento. A equipe comandada por Fábio Carille bateu o Furacão por 1 a 0, com gol de cabeça de Madson, no início da segunda etapa. 

Com a vitória deste sábado, o Peixe pula para a 11ª colocação, com 35 pontos, e abre seis de vantagem para o Juventude, a primeira equipe dentro da zona de rebaixamento. Já o Furacão fica na 13ª posição, com 28 pontos. 

O primeiro tempo do duelo na Arena da Baixada foi de poucas oportunidades para ambos os lados. Impulsionado pelo apoio do torcedor, o Athletico assumia o protagonismo das ações e tentava pressionar o Santos, mas não conseguia furar o bloqueio santista montado pelo técnico Fábio Carille. 

O Peixe também tinha dificuldades de criação, mas apostava no contra-ataque para chegar ao gol do goleiro Santos. Tardelli teve boa oportunidade frente a frente com o arqueiro, mas não conseguiu abrir o placar. Do outro lado, Pedro Rocha quase marcou de cabeça, mas João Paulo fez uma defesa dificílima, no contrapé, e impediu o gol do Athletico-PR. 

Madson, o herói improvável

Já no segundo tempo, o gol que parecia difícil de sair saiu. O Santos voltou com uma postura mais ofensiva nos primeiros minutos e abriu o placar rápido, com Madson, em mais uma jogada aérea. Marcos Guilherme recebeu na ponta esquerda e lançou na cabeça do camisa 13, que testou firme, sem chance de defesa. 

A resposta do Athletico foi imediata, mas a bola que parecia limpa para Terans acabou subindo demais, num lance inacreditável. O Furacão fez boa jogada pela direita e Christian cruzou rasteiro para o meio da área. Sem goleiro, Terans se jogou na bola, mas a mandou para a arquibancada. 

Brilhou a estrela de João Paulo

Melhor na partida e correndo atrás do resultado, o Athletico sufocou o Santos dali em diante e o jogo se tornou ataque contra defesa. Zé Ivaldo, algoz do Peixe nas quartas de final da Copa do Brasil, quase marcou o gol de empate em cabeceio perigoso, mas que novamente parou em João Paulo. 

O Furacão insistia com as bolas alçadas na área e ficou muito próximo de igualar o placar em cabeceio perigoso de Kayzer. O atacante subiu entre os zagueiros santistas e carimbou a trave do Santos. Já nos acréscimos, João Paulo operou mais um milagre e evitou o empate em lance cara a cara com Christian.

Próximos confrontos

O Santos volta a campo no próximo domingo (7), no clássico contra o Palmeiras, na Vila Belmiro, às 16h. Já o Athletico-PR recebe o Flamengo, na terça-feira (2), também às 16h, na Arena da Baixada. 

Futebol europeu: Vini Jr decide para o Real Madrid e CR7 faz golaço

Últimas