Futebol Luís Castro exalta classificação destaca 'perigos da temporada'

Luís Castro exalta classificação destaca 'perigos da temporada'

Botafogo venceu novamente o Ceilândia-DF e avançou às oitavas de final da Copa do Brasil

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Luís Castro venceu seu primeiro jogo pelo Botafogo no Nilton Santos

Luís Castro venceu seu primeiro jogo pelo Botafogo no Nilton Santos

Vitor Silva/Botafogo

O Botafogo venceu o Ceilândia-DF nesta quinta-feira (12), no Nilton Santos, repetindo o placar de 3 a 0 aplicado no jogo de ida, em Brasília, e carimbou sua classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil. Em entrevista coletiva após a partida, o técnico português Luís Castro avaliou o resultado como "missão cumprida".

"Foi um jogo no qual sabíamos que seria contra uma equipe competente, embora numa divisão diferente. Sabemos a motivação das equipes de divisões inferiores quando jogam contra equipes de divisões superiores. O jogo transcorreu de uma forma normal para a gente em termos de resultado, mas anormal em determinados momentos em que não estivemos bem. O objetivo era passar às oitavas de final, passar minutos a jogadores que normalmente não são utilizados e que nos interessava ver em competição para mantê-los vivo no grupo de trabalho. Portanto, os objetivos foram conseguidos. Estávamos determinados não só em classificar, como também em ganhar o jogo", disse.

Luís Castro ainda aproveitou para destacar que sua primeira vitória no Nilton Santos não é motivo para empolgação e frisou as dificuldades deste tipo de duelo, além de admitir que sua equipe ainda oscila quanto as atuações.

"Nosso problema é que não estamos há muito tempo juntos, isso faz com que tenhamos algum desconforto ali e aqui, porque há coisas que não estão bem consolidadas na equipe. Tenho consciência disso, dos perigos da temporada, por isso nunca me verão eufórico ou deprimido. Nem euforia nem a depressão tomam conta de mim. Sei bem o trabalho que me espera, será um trabalho difícil, muitas vezes vai agradar, outras nem tanto, porque numas vezes as coisas estarão bem e em outras nem tanto. Vamos andar entre as paredes mais largas e eu preferia andar em estradas mais estreitas", concluiu o português.

Virando a chave, o Glorioso aguarda agora a definição da terceira fase da Copa do Brasil para conhecer seu próximo advrsário, que sairá em sorteio realizado pela CBF, com data ainda a ser definida. A equipe volta a campo no próximo domingo (15), novamente no Nilton Santos, contra o Fortaleza, pela sexta rodada do Brasileirão.

Em cinco rodadas, seis técnicos já perderam emprego no Brasileirão

Últimas