Futebol Keiller é decisivo e Internacional elimina o CSA nos pênaltis pela Copa do Brasil

Keiller é decisivo e Internacional elimina o CSA nos pênaltis pela Copa do Brasil

Colorado perde no tempo normal para o clube alagoano, mas passa para as oitavas de final após vitória nas penalidades máximas

Lance
Alan Patrick comemora gol marcado no tempo normal

Alan Patrick comemora gol marcado no tempo normal

ALISSON FRAZÃO/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO - 27.04.2023

No Rei Pelé, o CSA venceu o Internacional por 2 a 1 no tempo normal, mas quem ficou com a vaga foi o Colorado, que levou a melhor nas penalidades por 7 a 6.

Agora, o Internacional está nas oitavas de final da Copa do Brasil e aguarda o sorteio para descobrir o seu próximo rival.
 

O jogo


Mesmo com a vantagem, o Internacional criou boas chances de abrir o placar. A principal veio com Alemão. O atacante saiu na cara do goleiro e chutou para fora.

Aos poucos, o CSA saiu para o ataque e deixou o Inter preso em sua defesa. Com dificuldades para infiltrar na grande área, o Azulão apostou nos chutes de fora da área.

Aos 40 minutos o gol saiu. Tomas Bastos recebeu de Cedric, ajeitou com carinho e soltou o pé. Keiller pulou, mas não alcançou, 1 a 0.

Na volta dos vestiários, o Inter tomou conta do jogo. Mano Menezes colocou o time no ataque e a pressão foi muito forte. Nas investidas, o goleiro Dalberson segurava o placar a favor do Azulão. Aos 18 minutos não teve jeito. Após pênalti de Moisés Ribeiro em Alan Patrick, o camisa 10 do Colorado assumiu a responsabilidade e converteu a cobrança, 1 a 1.

Alan Patrick, o mais lúcido do Inter, teve a bola do jogo em rápido contra-ataque. O meia saiu na cara do goleiro, tocou por cima e Rafael Foster salvou em cima da linha.

Quando tudo indicava que a vaga do Colorado estava garantida, o CSA aproveitou o erro na saída de bola e, com Thiaguinho, estufou as redes de Keiller, 2 a 1.

No desespero, o Internacional se lançou ao ataque para evitar os pênaltis e encontrou no goleiro Dalberson um obstáculo. Em dois momentos, ele executou milagres e manteve o placar inalterado.

Pênaltis

Na marca da cal, os dois times mostraram muita qualidade. Após oito chutes para cada lado, o Inter venceu por 7 a 6. Destaque para Keiller, que pegou duas cobranças.

Ficha técnica


CSA 2 (6) X (7) 1 INTERNACIONAL

Local: Estádio Rei Pelé, Maceió (AL)

Data/Hora: 27/4/2023 – 20h

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)

Auxiliares: Ricardo Danilo Simon Manis (SP) e Evandro de Melo Lima (SP)

VAR: Hermam Brumel Vani (SP)

Cartões amarelos: Moisés Ribeiro, Tomas Bastos, Thiaguinho, Almir Luan (CSA), Pedro Henrique, Mano Menezes (INT)

Cartões vermelhos: /

Gols: Tomas Bastos (40’/1ºT) Alan Patrick (18’/2ºT) Thiaguinho (36’/2ºT)

CSA: Dalberson; Cedirc, Edinei (Paulo Cesar, aos 28/2ºT), Rafael Foster (Almir Luan, aos 30/2ºT) e Rhuan; Bruno Matías, Moisés Ribeiro (Yago Henrique, aos 28/2ºT) e Tomas Bastos (Rodolfo, aos 28/2ºT); Thiaguinho, Gabriel Taliari e Iago Teles (Luis Felipe, aos 19/2ºT). Técnico: Vinicius Bergatin.

INTERNACIONAL: Keiller; Igor Gomes, Vitão, Rodrigo Moledo e Renê; Jhonny (De Pena, aos 13/2ºT), Gustavo Campanharo (Matheus Dias, aos 39/2ºT) e Alan Patrick (Jean Dias, aos 29/2ºT); Pedro Henrique (Mauricio, ao 1/2ºT), Wanderson e Alemão (Luiz Adriano, aos 13/2ºT). Técnico: Mano Menezes.

De olho nas joias! Confira os candidatos a revelação do Campeonato Brasileiro

Últimas