Futebol Fluminense volta à Sul-Americana sem nunca ter perdido na estreia

Fluminense volta à Sul-Americana sem nunca ter perdido na estreia

Tricolor chega à décima participação na competição; primeira partida será nesta quarta-feira (6), às 19h15, no Maracanã

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Fluminense estreia na Sul-Americana nesta quarta-feira (6) contra o Oriente Petrolero

Fluminense estreia na Sul-Americana nesta quarta-feira (6) contra o Oriente Petrolero

Mailson Santana/Fluminense FC

O Fluminense está de volta à Sul-Americana após dois anos, quando esteve na Libertadores, e a estreia está marcada para esta quarta-feira (6), contra o Oriente Petrolero, da Bolívia, no Maracanã, às 19h15.

Em 2022, o Tricolor vai alcançar sua décima participação no campeonato, em busca do título inédito e a oportunidade de dar sequência a marca de nunca ter perdido em na estreia.

A última vez que o Fluzão jogou a Sul-Americana, em 2020, foi eliminado para o Athletico-PR na semifinal. O rubro-negro paranaense se consagrou campeão contra o Junior Barranquilla, da Colômbia.

Em 2003, sua primeira participação. Iniciou enfrentando o Corinthians e conseguiu uma vitória por 2 a 0, no Maracanã. Com o resultado, enfrentou, depois, o Atlético-MG para definir qual clube ficaria com a vaga do Grupo 2.

Dois anos depois, em 2005, o Flu venceu o Santos por 2 a 1, jogando em São Januário, com Felipe, o Maestro, atual técnico do Bangu, em campo. No ano seguinte, estreou com um clássico, diante do Botafogo, e a partida terminou empatada por 1 a 1. O resultado igual deu vantagem para o Tricolor devido ao regulamento da época de gol fora de casa.

Em 2009, um dos anos mais importantes da história do clube. O Fluzão estreou, mais uma vez, jogando um clássico. Dessa vez, a partida foi contra o Flamengo, com ambas as equipes jogando com reservas, terminando empatada em 0 a 0. Além da recuperação no Campeonato Brasileiro, em que o Flu tinha 99% de chances de cair para a segunda divisão, chegou à final da Sul-Americana, mas perdeu para a LDU, do Equador, por 5 a 4 no agregado, diante do Maracanã lotado.

Quatro anos depois, voltou para a competição estreando contra o Goiás, vencendo por 2 a 1, no Maraca. Em 2017, o Flu bateu o Liverpool, do Uruguai, por 2 a 0, com gols de Henrique Dourado, o Ceifador, e Richarlison, atacante do Everton, da Inglaterra, e da seleção brasileira.

Em 2018, conseguiu um placar bastante vantajoso devido ao adversário, o Nacional de Potosí (Bolívia). Na ida, venceu por 3 a 0, enquanto na volta, perdeu por 2 a 0, na Bolívia, em uma altitude de 4 mil metros acima do nível do mar. Apesar da derrota na segunda partida, o Time das Laranjeiras conseguiu a classificação.

Em 2019 e 2020 as estreias não foram as melhores. O Flu iniciou empatando com o Antofagasta por 0 a 0 e Unión La Calera por 1 a 1, respectivamente, ambas equipes chilenas.

Confira as outras nove estreias do Flu na Sul-Americana:
2003 – Fluminense 2 x 0 Corinthians
2005 – Fluminense 2 x 1 Santos
2006 – Fluminense 1 x 1 Botafogo
2009 – Fluminense 0 x 0 Flamengo
2013 – Fluminense 2 x 1 Goiás
2017 – Fluminense 2 x 0 Liverpool (Uruguai)
2018 – Fluminense 3 x 0 Nacional de Potosí (Bolívia)
2019 – Fluminense 0 x 0 Antofagasta (Chile)
2020 - Fluminense 1 x 1 Unión La Calera (Chile)

Saiba quanto os times brasileiros recebem dos patrocinadores

Últimas