Futebol Fluminense supera os desfalques e busca empate contra o Corinthians

Fluminense supera os desfalques e busca empate contra o Corinthians

Tricolor sentiu as ausências de Fred e Nenê e uma expulsão, mas igualou o placar quando tudo levava a crer na vitória do Timão

  • Futebol | Eduardo Marini, do R7

Jô (à frente) participou bem do jogo e fez de pênalti o gol do Corinthians

Jô (à frente) participou bem do jogo e fez de pênalti o gol do Corinthians

DHAVID NORMANDO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 27/06/2021

Fluminense um, Corinthians um, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro de 2021, em São Januário, no Rio de Janeiro, com gols de Jô, de pênalti, aos 36 minutos do primeiro tempo, para o Timão, e do meia Cazares, ex-corintiano, de cabeça, aos 24 da segunda etapa, para o Tricolor.

Com o empate, o Timão ganha uma posição na tabela e fica em décimo lugar, com nove pontos em sete partidas. O Tricolor também sobe um degrau e alcança o oitavo lugar, com dez pontos.  Partidas a serem disputadas na noite deste domingo (27) poderão alterar essa classificação.

O Fluminense iniciou a partida com Cazares na direita, deixando Kayky e Luiz Henrique no banco. No Timão, que completou a oitava partida seguida sem derrota em São Januário, o técnico Sylvinho deu chance a Xavier e Angelo Araos.

O ligeiro favoritismo que poderia ser dado ao Fluminense, em função dos últimos resultados das duas equipes, acabou diluído com os desfalques de Fred e Nenê, muito sentidos pela equipe tricolor.

O jogo foi morno nos primeiros 30 minutos. O Fluminense teve mais chances de gol. Mas, a partir deste ponto, o Corinthians soube aproveitar as ausências dos dois principais jogadores do time adversário e controlar as ações até o final da etapa inicial.

Um pouco mais ousado do que o de costume, agredindo o Fluminense com as linhas mais altas, em vez dos recuos com arrancadas em contra-ataques dos últimos tempos, o Timão mostrou, desde os primeiros minutos, volume de jogo e presença no campo adversário, sobretudo pelo lado direito de seu ataque.

Aos 34 minutos da primeira etapa, em uma dessas arrancadas pela direita, Xavier honrou a aposta de Sylvinho e fez um lançamento preciso para o meia Gustavo Mosquito, que levou um rapa dentro da área do zagueiro tricolor Luccas Claro. Pênalti.

Dois minutos depois, Jô bateu a penalidade de perna canhota, com a bola rasteira, no canto direito do goleiro tricolor Marcos Felipe. Timão um a zero.

Assim caminhou o jogo para o intervalo. O Flu finalizou mais (dez a cinco), teve posse de bola ligeiramente maior (53% a 47%), mas, com as jogadas emboladas no meio, foi bem menos efetivo nas conclusões do que o adversário.

Na segunda etapa, a meta do Tricolor de buscar o empate ficou mais complicada logo aos quatro minutos, com a expulsão de Abel Hernández. O atacante deixou as travas da chuteira na canela do meia corintiano Gabriel e levou o vermelho com justiça.

Com um jogador a mais, o Corinthians tentou “cozinhar o galo”, fazendo o tempo passar com toques cadenciados no meio campo, com a bola distante do goleiro Cássio.

Mas, aos 24 minutos da segunda etapa, quando quase tudo levava a crer que a estratégia corintiana daria certo e o Fluminense permaneceria manso, sob controle até o final da partida, o lateral tricolor Egídio partiu pelo lado esquerdo do ataque e cruzou para a cabeçada firme de Cazares, para baixo. Cássio ainda esbarrou na bola, mas não evitou o gol de empate. Lei do ex funcionando mais uma vez (Cazares não comemorou) e um a um no placar.

Após o empate, o Fluminese recuou meias para a marcação, congestionou a defesa, conseguiu segurar o ataque do Timão e teve até um gol anulado por um daqueles impedimentos de ombro, bem marcado pelo bandeirinha.

Resultado justo. O Timão foi mais efetivo na primeira etapa, mas o Flu mostrou valentia ao buscar o empate com um a menos no tempo final.

Na próxima rodada, o Corinthians pegará o São Paulo na Neo Quimica Arena, na quarta-feira (30). O Flu vai encarar o Athetico-PR no Estádio dos Trabalhadores Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, no interior do Estado do Rio.

Atual campeão, Portugal cai para Bélgica nas oitavas da Euro

Últimas