Fluminense segura Cruzeiro e garante ponto valioso no Mineirão

Com grande atuação da defesa, Tricolor empatou por 0 a 0 no Mineirão e chegou ao quarto jogo sem perder no Campeonato Brasileiro

Fred chegou a marcar, mas gol foi anulado

Fred chegou a marcar, mas gol foi anulado

Bruno Haddad/Divulgação/Cruzeiro

Astuto e engenhoso, o Fluminense construiu um muro da altura do Mineirão para segurar o Cruzeiro, nesta quarta-feira (9). Do tamanho da construção, obra dos zagueiros Nino e Frazan, foi o ponto conquistado fora de casa, após o teimoso 0 a 0. Com o resultado, a equipe carioca chega a 26 pontos e fica a três da zona de rebaixamento, onde, com 21 pontos, está encravada a Raposa.

Na próxima rodada, os comandados de Marcão recebem o Bahia, no Maracanã. As equipes se enfrentam no sábado, às 19h. A Raposa, que sem vencer com Abel, visita a Chapecoense no domingo, às 19h, buscando melhorar de situação.

Jogando diante de sua torcida e ainda mais pressionado que o Fluminense na tabela, o Cruzeiro organizou uma 'blitz' no campo de ataque. Assim, a Raposa estava pronta para dar o bote quando o Tricolor saiu jogando errado. Sassá ficou com a bola e serviu Fred, que rolou para Jadson chutar. Gilberto, envolvido no erro do início lance, recuperou-se e salvou em cima da linha.

A partir dos 25 minutos, Ganso e João Pedro começaram a aparecer, esfriaram a pressão azul, e o Flu passou a vencer a batalha pela bola - terminando a etapa inicial com 60% de posse. Já nos acréscimos, porém, a temperatura subiu e uma confusão parou tudo por sete minutos. Foram duas intervenções do VAR para julgar possíveis agressões de Yuri e Fred. No fim, um amarelo para cada.

O ciclo se repetiu e o Cruzeiro voltou do intervalo todo ao ataque. No primeiro minuto da etapa decisiva, Edilson balançou o travessão de Muriel com uma bomba de fora de área. Aos seis, Egídio cruzou na medida para Fred marcar e celebrar muito contra o ex-clube, mas com o auxílio do VAR, o lance foi anulado por uma falta na origem.

A pressão mineira era grande em Belo Horizonte. As atuações de Frazan e Nino, porém, eram maior ainda. Somados, o zagueiros do Tricolor deixou o campo com incríveis 15 cortes e 10 interceptações. Baseado na sua inspirada defesa, o time de Laranjeiras foi valente e, contra um adversário direeto na luta contra o rebaixamento, garantiu um ponto valioso.

CRUZEIRO 0 X 0 FLUMINENSE

Estádio: Mineirão, Belo Horizonte (RJ)
Data-hora: 09/10/2019, às 21h30
Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Michael Stanislau (RS)
VAR: Jonathan Benkenstein Pinheiro (RS)
Cartões amarelos: Fred, Robinho, Egídio e Edilson (CRU); João Pedro, Yuri, Ganso (FLU)

CRUZEIRO: Fábio; Edilson, Dedé, Fabrício Bruno e Egídio; Henrique, Jadson, Robinho (Mauricio, 31'/2ºT) e David (Marquinhos Gabriel, intervalo); Sassá (Vinícius Popó, 21'/2ºT) e Fred. Técnico: Abel Braga

FLUMINENSE: Muriel; Gilberto, Nino, Frazan e Orinho (Igor Julião, 28'/2ºT); Yuri, Daniel (Dodi, 15'/2ºT) e Ganso( Ewandro, 41/2ºT); Nenê, Yony e João Pedro. Técnico: Marcão

Curta a página de Esportes do R7 no Facebook

Flamenguista que fez rifa para salvar cão se emociona com apoio