Futebol Flu vence Olimpia por 3 a 1 e sai na frente pela classificação

Flu vence Olimpia por 3 a 1 e sai na frente pela classificação

Tricolor chega a primeira vitória na história contra o time paraguaio; próxima partida é quarta-feira, dia 16, às 21h30

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Germán Cano comemorando o primeiro gol da partida contra Olimpia, pela pré-Libertadores

Germán Cano comemorando o primeiro gol da partida contra Olimpia, pela pré-Libertadores

Lucas Merçon/Fluminense FC

Em partida nervosa, digna de Libertadores, o Fluminense foi superior nos primeiros 90 minutos e venceu o Olimpia, do Paraguai, nesta quarta-feira (9), por 3 a 1 no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. O jogo foi o primeiro do confronto válido pela terceira fase, que garante ao vencedor uma vaga na fase de grupos. Os gols tricolores da partida foram marcados por Germán Cano (dois) e Luiz Henrique. Derlis González anotou para o adversário.

Com a torcida presente, esgotando quatro dos cinco setores do estádio, o Tricolor chegou à primeira vitória na história sobre o time paraguaio. Agora a disputa será no campo adversário e o Flu pode perder por até um gol de diferença para se classificar.

O jogo
O Fluzão foi absoluto no início de partida. Chegou ao ataque algumas vezes, mas sem perigo. Aos 11’, Calegari achou Yago sozinho e o volante chutou forte, com o goleiro desviando para escanteio. Na sequência, Luiz Henrique desvia o cruzamento e a bola sobrou para Cano cabecear, sozinho, para dentro do gol.

Logo após abrir o placar, Fábio cometeu erro gravíssimo e entregou o gol de empate para o adversário. Em lance de tiro de meta, o goleiro saiu jogando com os zagueiros e ao receber a bola de volta, tentou inverter e deixou nos pés do atacante Derlis González, do Olimpia.

Em contra-ataque ligado por Gastón Olveira, Derlis derrubou Yago, invadiu a área e finalizou para defesa difícil de Fábio. O goleiro se redimiu pela falha anterior.

Aos 39', Willian teve a grande chance de empatar na primeira etapa. Calegari jogou para a área, Luiz Henrique desviou e Bigode pegou a sobra mas, cara a cara, finalizou fraco e desperdiçou.

O Fluminense sentiu o gol de empate. Em um jogo que parecia ser tranquilo, o time ficou nervoso e começou a errar passes e finalizações, mesmo sendo superior nos primeiros 45 minutos. Pouco viu o Olimpia criar jogadas, em meio a tantas faltas, ceras e marcações fortes.

Sem tempo a perder, o Tricolor voltou para o segundo tempo e na primeira jogada já marcou um golaço. Luiz Henrique chamou a responsabilidade, invadiu a área, driblou toda a zaga e chutou no canto direito do goleiro.

Fábio mostrou porque é um dos grandes goleiros do Brasil. Após cruzamento, Salcedo cabeceou à queima roupa, mas camisa 12 fez uma defesaça.

Jhon Arias entrou no lugar do camisa 11, após sofrer falta dura. O contra-ataque do Fluzão passou a ser a principal arma. Em um deles, Cano recebeu sozinho na entrada da área, mas tentou driblar o zagueiro e perdeu tempo de bola. Pouco tempo depois, em mais um contra-ataque, dessa vez fatal, Willian recebeu lançamento de Arias e chutou cruzado para o argentino empurrar para o gol, sem goleiro.

O Tricolor das Laranjeiras tentou fazer o quarto gol, mas diminuiu a intensidade com o placar já resolvido. 

Próximos jogos
Na próxima semana, o Tricolor vai viajar para o Paraguai para medir forças no jogo de volta da terceira fase da pré-Libertadores. A partida será disputada na quarta-feira (16), às 21h30 (de Brasília), no Estádio Defensores del Chaco.

Antes disso, no sábado (12), o Fluzão vai disputar a 11ª e última rodada do Cariocão, às 16h, contra o Boavista, no Estádio Elcyr Resende. O Tricolor já garantiu o título da Taça Guanabara e só aguarda o adversário das semifinais que será Vasco ou Botafogo.

FICHA TÉCNICA
Fluminense 3x1 Olimpia (PAR)
Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro
Data e hora: quarta-feira (9/3), às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Facundo Tello (Argentina)

Gols: Germán Cano, aos 12’/1ºT, aos 22’/2ºT e  Luiz Henrique, aos 1’/2ºT (Fluminense); Derlis González, aos 15’/1ºT (Olimpia)


FLUMINENSE: Fábio; Nino, Felipe Melo e David Braz; Calegari, André, Yago Felipe (Martinelli) e Cris Silva; Luiz Henrique (Jhon Arias), Willian Bigode (Pineida) e Germán Cano (Ganso). Técnico: Abel Braga

OLIMPIA: Gastón Olveira; Victor Salazar, Saul Salcedo, Antolín Alcaraz e  Iván Torres; Richard Ortiz, Marcos Gomez (Quintana), Alejandro Silva (Otálvaro), Fernando Cardozo; Derlis González e Jorge Recalde (Camacho). Técnico: Júlio Cáceres

Benzema faz 3 e conduz virada épica do Real Madrid sobre o PSG

Últimas