Flamengo supera expulsão, bate o Del Valle e leva a 3ª taça em 10 dias

Willian Arão recebeu o cartão vermelho ainda no primeiro tempo, mas não impediu mais um título do Rubro-Negro sob o comando de Jorge Jesus

Flamengo conquistou a Recopa e ergueu sua terceira taça em 2020

Flamengo conquistou a Recopa e ergueu sua terceira taça em 2020

Ricardo Moraes/Reuters

O mês de fevereiro sequer chegou ao fim, e o Flamengo já conqustou seu terceiro título na temporada. Após vencer a Supercopa do Brasil e também a Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca, a equipe de Jorge Jesus bateu o Independiente Del Valle por 3 a 0, no Maracanã, e foi campeão da Recopa Sul-Americana.

Considerando também 2019, essa já é a quinta taça desde que o treinador português assumiu o Rubro-Negro. Na noite desta quarta-feira, os gols foram marcados por Gabigol e Gerson, duas vezes. Na ida, na última semana, as equipes empataram em 2 a 2.

O jogo
Precisando de uma vitória simples para conquistar mais uma taça, o Flamengo iniciou o confronto bem ao seu estilo, dominando a posse de bola e com as chances aparecendo naturalmente. A primeira boa oportunidade foi aos 17. Gerson recebeu lançamento e o goleiro Pinos tentou abafar. Com o gol livre, o meia encontrou Gabigol, que bateu de primeira. A bola ia em direção ao gol, mas o zagueiro Segovia conseguiu afastar.

Se a defesa do Del Valle foi bem nesse lance, no seguinte foi uma sucessão de erros. Após recuo do meio-campo, Segovia tentou mandar a bola ainda mais para trás. Porém, a cabeçada foi muito forte e a bola explodiu no travessão, encobrindo o goleiro. No rebote, ficou fácil para Gabigol apenas empurrar para as redes.

Quando parecia que ficaria fácil para o Flamengo, aos 23 veio um golpe. Willian Arão fez falta dura em Caicedo, acertando o peito do equatoriano com sua chuteira. Após a consulta ao VAR, o árbitro decidiu expulsar o volante rubro-negro.

Perder um volante tão cedo fez Jorge Jesus alterar um pouco a sua forma de jogo, abrindo mão de Pedro para a entrada de Thiago Maia, fazendo a equipe perder fôlego ofensivo.

Porém, na individualidade, o segundo quase saiu. Gabigol recebeu lançamento longo, passou por três marcadores e bateu firme, obrigando Pinos a fazer uma grande defesa.

Logo aos 9 da segunda etapa, Diego Alves conseguiu uma defesa quase que inacreditável para evitar o empate do Del Valle. Faravalli se antecipou à zaga e saiu na frente do gol. Ele bateu e o goleiro flamenguista se esticou todo para mandar para escanteio.

Se o time equatoriano desperdiçou a chance que teve, o Flamengo não. Gabigol fez mais uma bela jogada individual e cruzou para Gerson, que bateu cruzado para fazer 2 a 0 e praticamente sacramentar o título flamenguista.

Já nos minutos finais, e com os dois times com dez em campo, o Flamengo ainda conseguiu o terceiro. Vitinho recebeu e puxou contra-ataque. Após driblar o marcador, ele deu o passe na medida para Gerson, que fez o seu segundo e o terceiro do Rubro-Negro, campeão mais uma vez.

Flamengo 3 x 0 Independiente del Valle

Data: 26 de fevereiro de 2020, quarta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Competição: Recopa Sul-Americana
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Fernando Rapallini (Argentina)
Assistentes: Diego Bonfa (Argentina) e Gabriel Chade (Argentina)
VAR: Mauro Vigliano (Argentina)
Público / Renda: 64.504 pagantes / R$ 5.396.997,50
Cartões amarelos: Gustavo Henrique e Gerson (Flamengo); Franco (Del Valle) Cartões vermelhos: Willian Arão, do Flamengo, aos 24 minutos do primeiro tempo; Cabeza, do Del Valle, aos 40 minutos do segundo tempo
Gols: Gabigol, do Flamengo, aos 20 minutos do primeiro tempo; Gerson, do Flamengo, aos 16 minutos do segundo tempo e aos 43 do segundo tempo Flamengo: Diego Alves, Rafinha, Gustavo Henrique, Léo Pereira e Filipe Luis; Arão, Gerson e Arrascaeta (Vitinho), Everton Ribeiro (Michael), Pedro (Thiago Maia) e Gabigol. Técnico: Jorge Jesus.
Independiente del Valle: Pinos, Preciado, Schunke, Segovia (Cabeza) e Beder Caicedo (Guerrero); Franco, Pellerano, Faravelli (Nieto) e Jhon Sánchez, Murillo e Gabriel Torres. Técnico: Miguel Ángel Ramírez.

Com gol de Jesus, City vira sobre o Real Madrid. Juve perde do Lyon