Futebol Em noite de pênaltis perdidos, Timão e Cali ficam no 0 a 0

Em noite de pênaltis perdidos, Timão e Cali ficam no 0 a 0

Com o empate na Colômbia, Corinthians chegou aos sete pontos e continua na liderança do Grupo E da Libertadores

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Zagueiro João Victor, do Corinthians, em disputa com jogador do Deportivo Cali

Zagueiro João Victor, do Corinthians, em disputa com jogador do Deportivo Cali

Twitter / Conmebol

Com um pênalti perdido para cada lado na noite desta quarta-feira (4), Corinthians e Deportivo Cali ficaram no empate sem gols, no estádio Colosso de Palmaseca, na Colômbia, pela quarta rodada da Copa Libertadores. Ambas as cobranças aconteceram na etapa final. O time da casa desperdiçou com Teófilo Gutiérrez, que parou nas mãos do goleiro Cássio. Já o Timão chutou por cima do gol, com o lateral-esquerdo Fábio Santos.

O resultado manteve o clube do Parque São Jorge na liderança do Grupo E com sete pontos. O Boca Juniors (Argentina) venceu o Always Ready por 1 a 0 na Bolívia na outra partida e assumiu a segunda colocação com seis pontos — um a mais que o Deportivo Cali e três a mais que os bolivianos. Na penúltima rodada, o Corinthians encara os argentinos fora de casa (dia 17) e os colombianos recebem os bolivianos (19).

Neste domingo (8), o Timão enfrenta o RB Bragantino, às 18h, em Bragança Paulista, pelo Brasileirão.

Primeiro tempo

Mesmo jogando fora de casa, o Corinthians teve mais posse de bola que o Deportivo Cali (59%). Nas finalizações, seis para cada lado, com o clube do Parque São Jorge chutando a metade na direção do gol, contra apenas uma no alvo do adversário. Nas faltas cometidas, o time da casa fez mais que o dobro (11 a 5).

Com sete minutos de jogo, o Timão perdeu o lateral-direito Fagner, com uma lesão no tornozelo direito. Sem Rafael Ramos (não inscrito) e João Pedro (machucado), a opção foi o lateral-esquerdo Lucas Piton. Aos 24 minutos aconteceu o primeiro lance de perigo da partida. Jogada pela direita dos colombianos e o atacante Rodríguez cruzou rasteiro para trás. Teófilo Gutiérrez chegou batendo de primeira, de fora da área, a bola desviou na marcação e o goleiro Cássio fez grande defesa.

O Corinthians respondeu três minutos depois. Contra-ataque pela esquerda, Gustavo Mosquito cruzou rasteiro, a zaga afastou e, no rebote, Maycon tocou na direita para Mantuan, que bateu de primeira com a perna esquerda, exigindo boa defesa do goleiro De Amores.

Aos 31 minutos nova chance corintiana. Em um lançamento da direita, Lucas Piton deixou Mantuan livre na pequena área e na cara do gol, só que a finalização parou novamente nas mãos do goleiro. Aos 38, Mantuan perdeu a terceira boa oportunidade. Contra-ataque pela esquerda, Jô cruzou rasteiro para o atacante entrar livre e chutar para o alto.

Segundo tempo

Com menos de um minuto da etapa final o Deportivo Cali quase abriu o placar. Jogada rápida pela esquerda com Rodríguez, que cruza rasteiro na entrada da área para Teófilo Gutiérrez. Ele tocou na direita e deixou Vásquez livre para finalizar e tirar do goleiro Cássio. Só que Fábio Santos evitou o gol.

Aos 12 minutos o Corinthians parou novamente no goleiro. Maycon cobrou falta da esquerda pelo alto, Jô subiu mais que a marcação, cabeceou no canto e De Amores espalmou para o lado. Com jogo lá e cá, a equipe colombiana conseguiu um pênalti aos 20 minutos, depois que Cássio derrubou Rodríguez na grande área. Porém, o goleiro se redimiu no lance e defendeu a cobrança de Teófilo Gutiérrez, que bateu rasteiro no canto esquerdo.

Na reta final do jogo, aos 38 minutos, foi o clube do Parque São Jorge que teve um pênalti a seu favor, já que o atacante Junior Moraes foi derrubado pelo goleiro De Amores. Porém, Fábio Santos ficou com “inveja” de Teófilo Gutiérrez e também desperdiçou, chutando por cima.

FICHA TÉCNICA
Deportivo Cali (COL) 0x0 Corinthians
Local: Colosso de Palmaseca, na Colômbia
Data e hora: quarta-feira (4/5), às 21h
Árbitro: Andrés Cunha (URU)
Auxiliares: Andrés Nievas e Pablo Llarena (URU)
Cartões amarelos: Aldair Gutiérrez, Burdisso, Congo, Mafla e Rodríguez (Deportivo Cali); Raul Gustavo (Corinthians)

DEPORTIVO CALI: De Amores; Aldair Gutiérrez, Burdisso, Caldera e Mafla (Mosquera); Congo (Robles), Camargo e Velasco; Vásquez (Luna), Rodríguez e Teófilo Gutiérrez. Técnico: Rafael Dudamel.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner (Lucas Piton), João Victor, Raul Gustavo e Fábio Santos; Du Queiroz, Maycon e Giuliano (Renato Augusto); Gustavo Mosquito (Willian), Mantuan (Gil) e Jô (Junior Moraes). Técnico: Vítor Pereira.

Rodrygo brilha, Real tira o City na prorrogação e fará final da Champions League com o Liverpool

Últimas