Futebol Em casa, Furacão bate o Flamengo e vence a primeira no Brasileirão

Em casa, Furacão bate o Flamengo e vence a primeira no Brasileirão

Gol de Terans de pênalti no primeiro tempo decretou também a primeira derrota do Mengão no campeonato nacional

  • Futebol | Do Live Futebol Br

Jogando em casa, o Athletico-PR garantiu sua primeira vitória no Brasileirão ao vencer o Flamengo na tarde deste sábado (23) pelo placar de 1 a 0 e somar os primeiros pontos na disputa. Em jogo válido pela terceira rodada do nacional, Terans fez de pênalti, ainda no primeiro tempo, o único gol da partida na Arena da Baixada, em Curitiba. 

Essa foi também a primeira derrota do Mengão, que se mantém com 5 pontos no torneio. O time carioca soma uma partida a mais que seus adversários, já que encarou o Palmeiras em jogo antecipado da quarta rodada.

Como mandante da temporada, em 12 jogos o Athletico-PR soma agora 6 vitórias, 3 empates e 3 derrotas, com 54,5% de aproveitamento. Já o Flamengo, como visitante, em 10 jogos tem 6 vitórias, 3 empates e 1 derrota, com 77,8% de aproveitamento.

Terans, do Athletico-PR, comemora o gol marcado ainda no primeiro tempo contra o Flamengo

Terans, do Athletico-PR, comemora o gol marcado ainda no primeiro tempo contra o Flamengo

José Tramontin/athletico.com.br

Próximos jogos

O Flamengo volta a campo na próxima quinta-feira (28), mas desta vez pela Copa Libertadores. O Mengão irá ao Chile encarar o Universidad Católica, às 19h (de Brasília), pela rodada três da fase de grupos da competição continental. O Flamengo é líder do Grupo H, com 6 pontos.

Já o Athletico-PR também joga pela Libertadores, contra o Libertad, no Paraguai, na terça-feira (26), às 19h (de Brasília), precisando vencer. Ambos estão com 4 pontos, e o clube paraguaio está na liderança no momento, por mais gols marcados.

O jogo
A primeira etapa começou com o Flamengo buscando se infiltrar pelo meio de campo do Athletico-PR. Com marcação forte, o Furacão também aproveitou os espaços do Rubro-Negro e criou chances com contra-ataques.

O Mengão tentou com bolas aéreas, mas o mandante manteve a boa marcação e neutralizou as bolas enviadas com perigo ao gol. Apesar de o primeiro tempo ter começado corrido, o ritmo diminuiu e o Athletico começou a ter mais controle no ataque por volta dos 20 minutos, através de erros da linha defensiva do Flamengo.

O clube da Gávea tentou reagir, com chances criadas com Pedro e Marinho, mas os donos da casa mantiveram o controle e aos 31’ abriram o placar em cobrança de pênalti de Terans, após Cirino ser derrubado pelo Isla dentro da área.

Nos minutos finais, o Flamengo buscou o empate, mas acabou com Athletico à frente do placar: 1 a 0.

Segunda etapa
Após o intervalo, o Flamengo voltou aos gramados em busca do empate, mas o jogo se manteve truncado nos primeiros minutos, com muitas faltas e erros de passe. Já o Athletico-PR criou oportunidades para ampliar o placar, mas não foram tão efetivas.

O técnico Paulo Sousa modificou a configuração da equipe, com a entrada de Everton Ribeiro e Gabigol, mas o Furacão subiu a linha de marcação e voltou a sustentar seu ataque com os erros individuais do Rubro-Negro, mantendo a pressão sobre o adversário.

No fim, melhor para o rubro-negro paranaense, que garantiu os primeiros pontos no Brasileirão diante de um dos candidatos ao título.

FICHA TÉCNICA
Athletico-PR 1 x 0 Flamengo
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data e hora: sábado (23/04), às 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis e Neuza Ines Back (ambos de SP)
VAR: Rodrigo D'Alonso Ferreira (SC)
Cartões amarelos: Matheus Felipe e Orejuela (Athletico-PR); Pablo e Marinho (Flamengo)
Gol: Terans de pênalti aos 31’/1°T (Athletico-PR)

ATHLETICO-PR:  Bento; Orejuela, Pedro Henrique, Matheus Felipe e Abner Vinícius; Pablo Siles (Christian), Bryan García e Terans; Canobbio, Vitinho e Marcelo Cirino (Pablo). Técnico: Fábio Carille.

FLAMENGO: Hugo Sousa; Willian Arão, Pablo, Léo Pereira; Isla, João Gomes (Andreas Pereira), Thiago Maia (Gabigol) e Lázaro (Everton Ribeiro); Arrascaeta; Marinho (Diego) e Pedro. Técnico: Paulo Sousa.

Palco de Palmeiras x Corinthians já teve gol histórico e faca no campo

Últimas