Futebol Corinthians teve o pior ataque entre os brasileiros na Libertadores

Corinthians teve o pior ataque entre os brasileiros na Libertadores

Rafael Navarro e Raphael Veiga, do Palmeiras, fizeram mais gols cada um que o Timão em seis jogos na competição

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Atletas do Corinthians e do Always Ready disputam jogada pelo alto em Itaquera

Atletas do Corinthians e do Always Ready disputam jogada pelo alto em Itaquera

Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Ao lado do RB Bragantino, que acabou eliminado, o Corinthians teve o pior ataque entre as equipes brasileiras que disputaram a 1ª fase da Copa Libertadores, com somente cinco gols marcados em seis jogos. O rival Palmeiras teve o setor ofensivo mais eficiente, com 25 anotados, e dois jogadores tiveram mais bolas na rede que a equipe inteira do Timão: Rafael Navarro, com sete, e Raphael Veiga, com seis.

Apesar do baixo número de gols marcados, o clube de Parque São Jorge teve a segunda melhor defesa geral da competição continental, com quatro sofridos – só atrás de Palmeiras e River Plate (Argentina) com três cada um. O pior sistema defensivo entre os brasileiros foi o do eliminado América-MG, com 13.


Classificado em segundo lugar no Grupo E, o Corinthians aguarda o sorteio desta sexta-feira (27), às 13h, para saber quem será o adversário nas oitavas de final da Libertadores. A equipe poderá enfrentar um dos três brasileiros, líderes de sua chave: Palmeiras, Flamengo ou Atlético-MG. Quatro argentinos também podem estar no caminho: Boca Juniors, Estudiantes, Colón e River Plate. A outra possibilidade é o Libertad (Paraguai).

Gols marcados pelos clubes brasileiros nesta 1ª fase da Libertadores:

1º Palmeiras – 25 gols
2º Flamengo – 15 gols
3º Atlético-MG – 10 gols
3º Fortaleza – 10 gols
5º Athletico-PR – 8 gols
6º América-MG – 6 gols
7º RB Bragantino – 5 gols
7º Corinthians – 5 gols

Relembre os casos de racismo contra times brasileiros na Libertadores 2022

Últimas