Futebol Corinthians e Athletico empatam jogo movimentado de seis gols

Corinthians e Athletico empatam jogo movimentado de seis gols

Timão esteve por três vezes à frente do placar, mas viu o Furacão se recuperar pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro

  • Futebol | Do R7

Gustavo Mosquito, com dois gols marcados para o Corinthians, foi o destaque da partida

Gustavo Mosquito, com dois gols marcados para o Corinthians, foi o destaque da partida

Ettore Chiereguini/Estadão Conteúdo - 10/2/2021

Em um dos jogos mais movimentados do Campeonato Brasileiro, Corinthians e Athletico Paranaense empataram por 3 a 3 na noite desta quarta-feira (10), na Neo Química Arena, em São Paulo. O Timão esteve por três vezes à frente do placar, mas viu o Furacão se recuperar pela 35ª rodada.

Com o empate, os times seguem embolados na tabela de classificação, em busca de uma vaga na Libertadores. O Corinthians é o oitavo, com 49 pontos, dois a mais que o décimo colocado Athletico.

O primeiro tempo foi pra lá de agitado, com quatro gols marcados no estádio na zona leste de São Paulo. Logo aos 2 minutos, Gustavo Mosquito recebeu de Fagner, chapelou a marcação e chutou no canto do goleiro Santos. O outro gol alvinegro da primeira etapa foi marcado aos 17 minutos. Fagner aproveitou desvio de Gil após cobrança de escanteio, e Gabriel apareceu na pequena área para finalizar.

O Athletico respondeu com Abner Vinícius, em um chutaço de perna esquerda da entrada da área, aos 13; e Fernando Canesin, aos 33 minutos, em um lance em que os corintianos reclamaram que Renato Kayser teria interferido na ação do goleiro Cássio. O árbitro Jean Pierre Gonçalves esperou a conferência do VAR e confirmou o gol.

Mas a segunda etapa continuou com a mesma intensidade. Araos lançou Mosquito, que ganhou da marcação e chutou cruzado para marcar o terceiro do Corinthians, aos 10 minutos. Aos 27, Vitinho, que já havia perdido uma oportunidade, aproveitou cruzamento para empatar novamente.

Cássio e Jadson bateram papo antes do jogo

Cássio e Jadson bateram papo antes do jogo

Marco Galvão/Estadão Conteúdo - 10/2/2021

Reencontro com Jadson

Bicampeão brasileiro (2015 e 2017) e tricampeão paulista (2017-2019), Jadson não teve uma despedida à altura dos seus títulos no Corinthians. Por opção da diretoria, que queria um elenco mais barato e jovem, o meia encerrou a sua segunda passagem pelo clube em fevereiro de 2020. Na noite desta quarta, reencontrou antigos companheiros na arena. 

Jadson, hoje no banco de reservas, bem que criou algumas chances nos pouco mais de 20 minutos em que esteve em campo. Mas foi só. Se o Corinthians não marcou o quarto gol, o Athletico também não buscou o empate.

Já pela 36ª rodada, o Corinthians tem pela frente o clássico nacional contra o Flamengo, no Maracanã. Também no domingo, o Athletico enfrenta o quase xará Atlético-GO, na Arena da Baixada.

CORINTHIANS 3 X 3 ATHLETICO-PR

Local: Neo Química Arena, São Paulo (SP)
Data e hora: 10 de fevereiro de 2021, às 21h30
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)
Árbitro de vídeo: Daniel Nobre Bins (RS)
Público/renda: portões fechados
Cartões amarelos: Gabriel e Fábio Santos (Corinthians)
Gols: 1-0 Gustavo Mosquito (3'/1T); 1-1 Abner (14'/1T); 2-1 Gabriel (18'/1T); 2-2 Fernando Canesin (35'/'1T)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Gil e Fábio Santos; Gabriel (Xavier, 26'/2T) e Cantillo; Gustavo Mosquito (Ramiro, 26'/2T), Araos (Lucas Pitón, 13'/2T) e Otero (Mateus Vital, 13'/2T); Léo Natel (Jô, 35'/2T). Técnico: Vagner Mancini.

ATHLETICO-PR: Santos; Jonathan (Khellven (34'/2T), Pedro Henrique (Felipe Aguilar, 34'/2T), Thiago Heleno e Abner; Alvarado (Luan Patrick, 24'/2T), Christian (Vitinho, intervalo) e Fernando Canesin; Nikão, Renato Kayzer e Carlos Eduardo (Jadson, 24'/2T) . Técnico: Paulo Autuori.

Homenagem a Morro García: Veja números aposentados no futebol

Últimas