Futebol Corinthians bate o Santos na Vila Belmiro e vai ao G4 do Brasileirão

Corinthians bate o Santos na Vila Belmiro e vai ao G4 do Brasileirão

Corintiano Yuri Alberto e santista Lucas Barbosa são expulsos e Timão leva a melhor no fim: 1 a 0 em gol de Róger Guedes

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Róger Guedes vibra ao marcar o gol corintiano na Vila Belmiro na noite deste sábado

Róger Guedes vibra ao marcar o gol corintiano na Vila Belmiro na noite deste sábado

Rodrigo Coca/Ag. Corinthians - (22.10.2022)

O Corinthians visitou o Santos na Vila Belmiro e venceu por 1 a 0 em partida válida pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro na noite deste sábado (22). Gol de Róger Guedes no fim. O Timão sobe um degrau e assume provisoriamente a 4ª colocação, com 57 pontos. O Peixe continua em 12º lugar, com 43. 

O estádio lotado foi palco de uma partida muito movimentada e, um pouco antes do apito inicial, também de homenagens a Pelé, que completa 82 anos neste domingo (23).

Na etapa inicial, o torcedor santista pediu a marcação de quatro pênaltis, mas o árbitro Flávio Rodrigues de Souza mandou seguir. Os corintianos buscavam cadenciar o ritmo e frear o ímpeto do jovem ataque santista.

Vindo de duas vitórias seguidas, o Santos finalizava mais. Um dos lances agudos ocorreu em cabeceio de Lucas Braga por cima após escanteio cobrado por Ângelo. Buscando virar a página após perda do título da Copa do Brasil, o Corinthians apostava em arrancadas, mas faltava efetividade.

Melhor em campo, o Santos ainda fez a zaga corintiana trabalhar com precisão para evitar gol de Lucas Braga depois de tabela entre Ângelo e Marcos Leonardo, que era dúvida após uma semana de recuperação de pancada sofrida na rodada anterior. 

Aparentemente nervoso no duelo, Yuri Alberto levou cartão amarelo após falta dura em Rodrigo Fernández, aos 38 minutos. A torcida única santista pediu vermelho. Que veio em lance na sequência, aos 42, após o camisa 9 – revelado pelo Peixe – acertar o peito do zagueiro Luiz Felipe com o braço. Vestiário direto. Corinthians com dez.

Etapa final
Os técnicos Vítor Pereira e Orlando Ribeiro fizeram alterações. O Santos passou a atacar mais perto de suas torcidas organizadas em busca do triunfo. O Corinthians buscou se fechar e achar um gol em contra-ataque.

Balbuena novamente interceptou uma bola que poderia render gol santista após chute de Marcos Leonardo. Mas o entusiasmo do Peixe levou uma ducha de água fria com expulsão de Lucas Barbosa, que tinha acabado de entrar.

Ele já havia levado cartão amarelo por falta em Ramiro e tomou o segundo em dividida com Cássio. Foi para o espaço a vantagem numérica do Alvinegro Praiano. Ribeiro trocou outras peças. Faltava levar perigo à meta de Cássio.

Melhor para o Corinthians: Róger Guedes avançou pela esquerda e chutou para vencer o goleiro João Paulo, aos 43': 1 a 0, placar final e frustração do Peixe.

Agenda
O Santos visita o Flamengo na terça (25), às 21h45, no Maracanã. O Corinthians recebe o Fluminense na quarta (26), em igual horário, na Neo Química Arena.

FICHA TÉCNICA
Santos 0 x 1 Corinthians
Local: Estádio Urbano Caldeira (Vila Belmiro), em Santos (SP)
Data e hora: sábado (22), às 19h
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (FIFA/SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA/SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)
VAR: Thiago Duarte Peixoto (SP)

Gol: Róger Guedes (Corinthians), aos 43'/2ºT
Cartões amarelos: Yuri Alberto (Corinthians), aos 36'/1ºT; Lucas Barbosa (Santos), aos 4'/2ºT; Lucas Braga (Santos), aos 34'/2ºT; Cássio (Corinthians), aos 46'/2ºT

Cartão vermelho: Yuri Alberto (Corinthians), aos 42'/1ºT; Lucas Barbosa (Santos), aos 13'/2ºT

Público: 12.872
Renda: R$ 552.532,50

SANTOS: João Paulo; Madson (Auro), Luiz Felipe (Derick), Alex Nascimento e Felipe Jonatan; Rodrigo Fernández (Lucas Barbosa), Camacho e Ed Carlos (Sandry); Lucas Braga, Marcos Leonardo e Ângelo (Miguelito). Técnico: Orlando Ribeiro

CORINTHIANS: Cássio; Rafael Ramos (Roni), Robert Renan, Balbuena e Lucas Piton; Fausto Vera (Bruno Méndez), Maycon (Ramiro) e Giuliano (Du Queiroz); Gustavo Mosquito; Róger Guedes e Yuri Alberto. Técnico: Vítor Pereira

Com Copa do Brasil, Flamengo dispara como maior ampeão no século; veja lista

Últimas