Copa do Brasil Santos bate o Salgueiro fora de casa e avança na Copa do Brasil: 3 a 0

Santos bate o Salgueiro fora de casa e avança na Copa do Brasil: 3 a 0

Time, que vinha de duas derrotas no Paulistão 2022, jogou pela primeira vez no sertão pernambucano e se deu bem

  • Copa do Brasil | Do Live Futebol BR

Zanocelo comemora gol do Peixe contra o Salgueiro pela Copa do Brasil

Zanocelo comemora gol do Peixe contra o Salgueiro pela Copa do Brasil

Ivan Storti/Santos FC

O Santos venceu o Salgueiro por 3 a 0 e avançou em sua estreia na Copa do Brasil. Os gols foram marcados por Ângelo na etapa inicial e Vinícius Zanocelo e Rwan Seco no segundo tempo.

O jogo, decisivo já na primeira fase, foi disputado nesta quarta-feira (23), às 19h, no estádio Cornélio de Barros Muniz e Sá, em Salgueiro (PE).

O Peixe, que já estaria classificado com um empate por ser visitante, embolsa R$ 1,5 milhão pelo triunfo e, agora, espera a definição do duelo entre Fluminense-PI e Oeste nesta quinta-feira (24), às 15h30, em Teresina. Dali sai o adversário da sequência da competição.

Vindo de duas derrotas seguidas no Paulistão, o time visitante colocou Vinícius Balieiro no lugar do lateral-direito Madson, machucado.

Outros desfalques foram Felipe Jonatan e Auro (poupados), além de Carlos Sánchez (lesionado). Emiliano Velázquez, que se recuperava de desconforto, ficou no banco, assim como Lucas Braga (este, por opção tática).

Já o Salgueiro, que estava embalado por três vitórias consecutivas no Campeonato Pernambucano, manteve o time que segue atuando e está bem entrosado.

O jogo

Com grama alta no Salgueirão e sob forte calor, a etapa inicial começou equilibrada neste que foi o primeiro jogo da história entre Salgueiro e Santos.

Mas, após chances de parte a parte, brilhou a estrela de Ângelo, 17 anos: aos 24’, o atacante recebeu de Ricardo Goulart , disparou pela direita e, da entrada da área, furou a rede para abrir o placar: Santos 1 x 0 Salgueiro. Segundo gol de Ângelo como profissional.

O Salgueiro tramou boas jogadas e tentou se impor. Mas foi o santista Marcos Leonardo que quase marcou o segundo: goleiro Jerfesson, capitão do Salgueiro, espalmou.

O Peixe, que também teve o goleiro João Paulo como capitão, ainda teve outras oportunidades, dominou as ações, mas não ampliou.

Etapa final

Foi marcada por muitas alterações dos dois técnicos, ambos, ex-zagueiros. Em campo, o zagueiro santista Eduardo Bauermann teve mais trabalho na reta final. O Carcará do Sertão, apelido do Salgueiro, lançou-se ao ataque.

Com perigo, os donos da casa buscaram jogadas mais agudas porque só a vitória classificaria o campeão pernambucano de 2020. 

O Santos também respondeu com jogadas rápidas. E foi recompensado: aos 31', Vinícius Zanocelo, que havia entrado pouco antes, aproveitou cruzamento de Lucas Pires após escanteio e usou a cabeça para balançar as redes: Santos 2 x 0 Salgueiro.

Marcos Leonardo ainda perdeu chance incrível na pequena área, mas Rwan Seco, não: atacante santista dominou e fulminou, aos 46'. Seu primeiro gol entre os profissionais. Ficou nisso: vitória e classificação do Peixe em seu primeiro duelo no sertão pernambucano.

FICHA TÉCNICA

Salgueiro 0 x 3 Santos
Local: estádio Cornélio de Barros Muniz e Sá (Salgueirão), em Salgueiro (PE)
Data e hora: quarta-feira (23/2), às 19h
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima
Assistentes: Celso Luiz da Silva e Ricardo Júnior de Sousa

Gols: Ângelo (Santos), aos 24'/1ºT; Vinícius Zanocelo (Santos), aos 31'/2ºT; Rwan Seco (Santos), aos 46'/2ºT

Público: 432 pagantes. Renda: R$ 36.300

Cartões amarelos: Ricardo Goulart (Santos), aos 38’/ 1ºT;  Ângelo (Santos), aos 15’/2ºT; Lucas Pires (Santos), aos 19’/ 2ºT; Robinho (Salgueiro), aos 33'/2ºT;

Salgueiro: Jerfesson; Ronaldo (Danielzinho), Lucão, Janelson e Léo Carioca; Kady, Léo Santos (Robinho), Wescley e Valdeir (Kelsein); Pedro Maycon (Bruce) e Hudson (Patrick). Técnico: Sílvio Criciúma

Santos: João Paulo, Vinícius Balieiro, Kaiky, Eduardo Bauermann e Lucas Pires; Sandry (Vinícius Zanocelo), Camacho e Ricardo Goulart (Jobson); Ângelo (Lucas Braga), Marcos Guilherme (Lucas Barbosa) e Marcos Leonardo (Rwan Sco). Técnico internino: Marcelo Fernandes

Últimas