Copa do Brasil 'Para fazer história': Salgueiro tenta motivar torcedor contra o Santos

'Para fazer história': Salgueiro tenta motivar torcedor contra o Santos

Carcará do Sertão recebe o Peixe pela Copa do Brasil após três vitórias seguidas no Pernambucano, competição que já ganhou

Carcará, ave de rapina, é mascote do Salgueiro, time do interior pernambucano

Carcará, ave de rapina, é mascote do Salgueiro, time do interior pernambucano

Salgueiro AC

O Salgueiro encara o duelo com o Santos pela Copa do Brasil como “histórico”. A partida ocorre nesta quarta-feira (23), às 19h, no estádio Cornélio de Barros, o Salgueirão, pela primeira fase da competição. Um empate classifica o visitante paulista.

“Será mais um jogo histórico para o Carcará! Contamos com a sua presença e apoio para buscarmos fazer história mais uma vez na competição! Vamos mostrar nossa força, torcida tricolor”, exaltou o Salgueiro ao convocar seu torcedor nas redes sociais.

Fundado em 23 de março de 1972 – está, portanto, a um mês de seu cinquentenário –, o Salgueiro só foi se tornar profissional em 23 de março de 2005.

O título mais importante foi conquistado em 5 de agosto de 2020: campeão pernambucano da divisão principal. Anos antes, em 2013, já havia conseguido um feito: avançar às oitavas da Copa do Brasil ao eliminar Boa Esporte, Vitória e Criciúma. Cairia diante do Internacional.

A mascote é uma ave de rapina muito comum, especialmente no nordeste brasileiro: Carcará, predador por natureza.

Atualmente, o Salgueiro, Carcará do Sertão, é o terceiro colocado do Pernambucano. Vem de três vitórias e, sem desfalques, ensaia manter a mesma escalação titular que segue atuando.

Palco do duelo
O recorde de público no estádio Cornélio de Barros ocorreu em 29 de abril de 2015 (10.126 pessoas para ver Salgueiro 0 x 0 Santa Cruz, jogo válido pelo Pernambucano). Contra o Santos, por conta da Covid-19, apenas 500 ingressos foram disponibilizados a R$ 200 (inteira) e R$ 100 (meia).

Linha do tempo
O retrospecto com o Santos, aliás, ainda não foi escrito: será a primeira vez que as duas equipes se enfrentam.

O Peixe tem, sim, um histórico com outras equipes de Pernambuco: 111 jogos, 51 vitórias, 34 empates e 26 derrotas contra Sport, Náutico, Santa Cruz, América-PE e Seleção do Pernambucano. Total de 185 gols pró e 115 gols sofridos.

E mais: no Estado do confronto desta noite, o Santos jogou 67 partidas sendo que 65 foram na capital pernambucana e duas em São Lourenço da Mata, da região metropolitana do Recife.

Tobias e Aderllan
Salgueiro, cidade de pouco mais de 61 mil habitantes, é uma das desenvolvidas no chamado Sertão Central de Pernambuco.

São nascidos no município Manoel Tobias (bicampeão mundial de futsal pelo Brasil) e o zagueiro Aderllan (com passagens por vários clubes brasileiros e do exterior, hoje no Rio Ave, time português).

Últimas