Copa do Brasil Nos pênaltis, Guarani é eliminado da Copa do Brasil pelo Vila Nova

Nos pênaltis, Guarani é eliminado da Copa do Brasil pelo Vila Nova

Jogo foi emocionante até o final, com empate do Bugre nos últimos minutos. Nas penalidades, brilhou a estrela de Georgemy

  • Copa do Brasil | Do Live Futebol BR

Lucão do Break, do Guarani, tenta passar pela marcação do Vila Nova

Lucão do Break, do Guarani, tenta passar pela marcação do Vila Nova

Thomaz Marostegan/Guarani FC

Pela segunda fase da Copa do Brasil 2022, o Guarani recebeu o Vila Nova-GO, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, na noite desta terça-feira (15), e acabou derrotado nos pênaltis, por 5 a 4, após empate por 2 a 2 no tempo normal.

Com o resultado, o Tigre, passando de fase, "recebe o pix" com o prêmio da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) de R$ 1,9 milhões e aguarda o próximo adversário, que será decidido em sorteio.

O jogo
A partida começou com tudo. Logo aos quatro minutos, Lucão do Break lutou, ganhou a bola da defesa no lado direito do ataque, cruzou para Yago que apenas rolou para Giovanni Augusto encher o pé e abrir o placar para o Guarani.

Mas, quem achou que seria fácil, se enganou. Após o gol sofrido, o Vila Nova passou a dominar a partida. Aos 18, Matheuzinho tocou de cabeça para Moacir, que mandou por cima. Dois minutos depois, falha da defesa do Guarani e Pablo Dyego soltou o pé para defesa de Kozlinski.

Com tamanha pressão, uma hora o gol sairia. E foi exatamente aos 21, no escanteio, quando Renato Silveira subiu no segundo andar e testou firme para empatar: 1 a 1.

O segundo tempo começou quase igual o primeiro: com o Guarani indo para o ataque. Só faltou o gol. Logo no primeiro minuto, Giovanni Augusto cruzou e Madison cabeceou para fora. Logo depois o camisa 10 bateu falta para a área e Arthur Rezende afastou o perigo.

Porém, aos seis, a bola aérea castigou o Guarani de novo. Cruzamento de Matheuzinho em cobrança de falta e Lucão do Break tirou com o braço, pênalti. Dois minutos depois, Arthur Rezende foi para a cobrança e deslocou Kozlinski para virar o placar para 2 a 1.

O Guarani partiu para o ataque, em busca do empate. Aos 17, Matheus Pereira completou cruzamento por cima do gol. Cinco minutos depois, Giovanni Augusto cruzou e Ronaldo Alves cabeceou com perigo. Um minuto após, Ludke bateu cruzado para boa defesa de Georgemy.

Se no primeiro tempo a pressão do Tigre deu origem a um gol, o mesmo ocorreu no segundo com o Guarani. Aos 44, Lucão ajeitou para Giovanni Augusto, que mandou do meio da rua para empatar, com direito a toque na trave. 2 a 2, final de jogo.

Pênaltis
Nas cobranças, Giovanni Augusto, Lucas Venuto, Nicolas Careca, Lucão do Break, marcaram para o Guarani, enquanto Rodrigo Andrade acertou o travessão e Ronaldo Alves teve cobrança defendida por Georgemy. Pelo Vila Nova, Rubens, Arthur Rezende, Matheuzinho, Rafael Donato e Pablo Dyego converteram e Jean Silva parou em Kozlinski, finalizando em 4 a 3 para o Tigre.

Próximos jogos
O Guarani volta suas atenções agora para o Campeonato Paulista. Pela 12ª e última rodada, irá enfrentar o São Bernardo, no Primeiro de Maio, no sábado (19), às 16h. Já o Vila Nova irá encarar o jogo de ida da semifinal do Campeonato Goiano, contra o Atlético-GO, no estádio Antônio Accioly, também no sábado, às 19h30.

FICHA TÉCNICA
Guarani 2 (4) x (5) 2 Vila Nova (GO)
Local: Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas-SP
Data e hora: terça-feira (15), às 21h30
Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI)
Auxiliares: Rogério de Oliveira Braga (PI) e João Vitor Gobi (PI)

Gols: Giovanni Augusto, aos 4'/1T e aos 44'/2T (Guarani); Renato Silveira, aos 21'/1T e Arthur Rezende, aos 8'/2T (Vila Nova)

GUARANI: Kozlinski; Ludke, João Victor, Ronaldo Alves e Matheus Pereira; Madison (Rodrigo Andrade), Índio (Lucas Venuto) e Giovanni Augusto; Yago (Júlio César), Ronald (Nicolas Careca) e Lucão do Break. Técnico: Daniel Paulista

VILA NOVA: Georgemy; Moacir, Rafael Donato, Renato Silveira e Bruno Collaço; Pablo (Pedro Bambu), Arthur Rezende e Wagner (Rubens); Matheuzinho, Pablo Dyego e Victor Andrade (Jean Silva). Técnico: Higo Magalhães

Últimas