Adeus ao Rei do Futebol

Futebol Conheça Márcia Aoki, viúva e 'última namorada' do Rei Pelé

Conheça Márcia Aoki, viúva e 'última namorada' do Rei Pelé

Empresária chorou bastante durante o velório e comoveu fãs e espectadores; o casamento aconteceu em 2016

Agência Estado - Esportes
Márcia acompanhou a progressão da doença do Rei e os últimos anos de vida do ex-jogador

Márcia acompanhou a progressão da doença do Rei e os últimos anos de vida do ex-jogador

Reprodução/Instagram/@iamkelynascimento

Casada com Pelé desde 2016, Márcia Aoki foi vista aos prantos durante o velório do Rei do Futebol. Na Vila Belmiro, a cena da viúva do ex-jogador ao lado do caixão chamou a atenção de espectadores de todo o Brasil. Visivelmente emocionada, ela teve de ser amparada por Edinho, um dos filhos de Pelé. A viúva não conversou com a imprensa.

Com 56 anos, Márcia foi a terceira mulher do ex-atleta; eles namoravam desde 2010. Ela, que atualmente trabalha em uma empresa de importação de suplementos médicos, conheceu o Rei enquanto estudava administração em Nova York, na década de 1980.

Entre encontros e reencontros, os dois acabaram se apaixonando anos depois, em 2010, enquanto moravam em um mesmo prédio em São Paulo. De acordo com uma entrevista de Pelé dada em 2012, Márcia havia acabado de se separar e convidou o ex-jogador para conferir a reforma que ela estava fazendo em seu apartamento. Não demorou muito para os dois engatarem um relacionamento.

O casamento ocorreu em 2016, no Guarujá, em uma cerimônia íntima para cem convidados. O Rei havia afirmado que Márcia seria sua "última namorada", e assim foi. Antes, Pelé havia sido casado duas vezes: com Rosimeri Cholbi e com Assíria Nascimento.

Pelé morreu na última quinta-feira (29), em decorrência de câncer de cólon. Ele estava internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo havia algumas semanas, mas fazia tratamento contra a doença havia anos. Márcia foi um dos pilares dos últimos anos de vida do ex-jogador. No começo do ano passado, Pelé postou uma foto com a esposa e afirmou que "o tratamento é difícil, mas sentir o amor dela é o melhor remédio".

Velório de Pelé, em Santos: multidão se despede do Rei do Futebol

Últimas