Futebol Comitê da Fifa pune dirigente do Afeganistão por abuso sexual

Comitê da Fifa pune dirigente do Afeganistão por abuso sexual

Keramuudin Karim, presidente de federação local, é suspenso por Comitê de Ética da entidade após denúncias de assédio a jogadoras de seleção

  • Futebol

Prédio da Fifa, que suspendeu cartola afegão após denúncia de abuso sexual

Prédio da Fifa, que suspendeu cartola afegão após denúncia de abuso sexual

REUTERS/Arnd Wiegmann

Desde 2015, quando casos de corrupção foram revelados e vários dirigentes foram presos na Suíça, o Comitê de Ética da Fifa tem, de tempos em tempos, suspendido cartolas neste tipo de acusação. Mas, nesta quarta-feira (12), a suspensão de um membro da entidade aconteceu por outro motivo. Keramuudin Karim, presidente da Federação de Futebol do Afeganistão, foi suspenso provisoriamente por denúncias de abuso sexual.

O órgão da Fifa aplicou o artigo 84 do Código de Ética para definir a suspensão de Karim. O caso está relacionado com denúncias de um suposto abuso sexual contra jogadoras da seleção nacional do Afeganistão.

Com a suspensão, o dirigente do Afeganistão está inabilitado de forma provisória para exercer qualquer atividade tanto em âmbito nacional como em internacional, de acordo com o comunicado oficial divulgado pela Fifa nesta quarta-feira.

A punição provisória tem a duração de 90 dias, que entra em vigor em caráter imediato e pode ser prolongada na espera da conclusão das investigações por parte do Comitê de Ética da Fifa.

Curta a página R7 Esportes no Facebook

Novo escudo do Athletico-PR vira piada nas redes sociais; veja memes

Últimas