Futebol Com gol de pênalti, Internacional vence o Coritiba fora de casa pelo Brasileirão

Com gol de pênalti, Internacional vence o Coritiba fora de casa pelo Brasileirão

Jogando fora de casa, Colorado tem atuação modesta, mas garante os três pontos; Coxa é o lanterna da competição

Agência Estado
Jogadores do Inter comemora gol que garantiu vitória do clube

Jogadores do Inter comemora gol que garantiu vitória do clube

IRISBEL CORREIA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 22.06.2023

O Internacional não foi brilhante, mas soube vencer por 1 a 0 o Coritiba, nesta quinta-feira (22) à noite, no estádio Couto Pereira, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O time gaúcho ficou o tempo todo na defesa e na primeira finalização ao gol, definiu a vitória, em um pênalti cobrado por Pedro Henrique, aos 20 minutos do segundo tempo.

· Compartilhe esta notícia no Whatsapp

· Compartilhe esta notícia no Telegram

Há quatro jogos invicto no Brasileirão, o time gaúcho ganhou duas posições na tabela, indo da décima para a oitava posição, com 17 pontos, sonhando com vaga na LIbertadores.

Do outro lado, o Coritiba continua na lanterna com apenas quatro pontos, agora com sete derrotas e quatro empates. É o único time que não ganhou no Brasileirão e acumula uma série de 17 jogos sem vencer. A torcida vaiou muito no final do jogo e parece inevitável a saída do técnico Antônio Carlos Zago.

O jogo

Desde os primeiros instantes de jogo o Coritiba tomou as iniciativas ofensivas, tentando explorar as beiradas de campo. Desta forma conseguiu empurrar o Internacional para seu campo de defesa, não permitindo eventuais contra-ataques. Como se tivesse assustado, o time gaúcho apenas se defendeu, a ponto de não finalizar nenhuma vez ao gol.

Dono das ações em campo, o Coritiba, porém, criou apenas duas boas chances para abrir o placar. Uma delas aos nove minutos, quando Bruno Gomes pegou rebote do goleiro John Victor e bateu rasteiro.

A bola resvalou no pé da trave esquerda e saiu. A outra chance aconteceu aos 45 minutos. Zé Roberto fez o passe para Alef Manga, já dentro da área. Ele driblou um marcador com o corpo, bateu forte para John Victor espalmar e para depois a defesa aliviar.

O segundo tempo começou acompanhado por uma chuva fina e gelada. O Coritiba quase chegou ao gol aos 14 minutos. Marcelino Moreno fez passe por cobertura para Robson, que entrou na área, ajeitou no peito e chutou, porém, abafado pela saída de John Victor.

Aos 18 aconteceu o lance tão esperado pelos gaúchos. Em uma jogada rápida, Luiz Adriano fez o passe para Pedro Henrique, que invadiu a área pelo lado esquerdo e recebeu a falta de Jean Pedro. O zagueiro deu o carrinho e acertou o pé de apoio do atacante adversário. Pênalti claro. Na cobrança, Pedro Henrique deslocou Gabriel Vasconcelos, que caiu do lado direito e viu a bola entrar do outro lado.

Depois do 1 a 0, tudo mudou. O Inter, que só tinha finalizado no pênalti, voltou a chutar em gol. Jean Dias arriscou aos 27 e Gabriel Vasconcelos espalmou. Depois o goleiro rebateu chute forte de Jhonny, aos 29.

O técnico Antônio Carlos Zago ainda tentou mudar o jogo usando todas suas cinco substituições, mas o time perdeu o controle emocional, sentiu as vaias da torcida e não conseguiu reagir. O Internacional administrou a vantagem na parte final e levou para casa três pontos importantes.

No fim de semana, pela 12ª rodada, os dois times voltam a campo no domingo (25). O Coritiba vai até Porto Alegre para enfrentar o Grêmio, a partir das 16h. Um pouco mais tarde, às 18h30, o Internacional enfrenta o América-MG na Arena Independência, em Belo Horizonte.

Ficha técnica

CORITIBA 0 X 1 INTERNACIONAL

Coritiba - Gabriel Vasconcelos; Kuscevic, Thiago Dombroski (Bruno Viana) e Jean Pedroso; Robson, Bruno Gomes (Ruan Assis), Andrey (Matheus Bianqui), Marcelino Moreno e Jamerson (Boschilia); Alef Manga e Zé Roberto (Kaio César).

Técnico: Antônio Carlos Zago.

Internacional - John Victor; Bustos, Vitão, Mercado e Renê; Rômulo, Johnny (Matheus Dias), Gustavo Campanharo (Jean Dias) e Alan Patrick; Pedro Henrique (Lucca) e Luiz Adriano (Thauan Lara).

Técnico: Mano Menezes.

Gol - Pedro Henrique, aos 20 minutos do segundo tempo.

Árbitro - André Luiz Skettino Policarpo Bento (MG).

Cartões amarelos - Thiago Dombroski, Jean Pedroso e Robson (Coritiba); Renê, Mercado, John Victor e Gustavo Campanharo (Internacional).

Renda e público - R$ 655.150,00/ 25.983 torcedores.

Local - Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

Com demissões, técnicos estrangeiros se tornam minoria na Série A do Brasileirão

Últimas