Com clima natalino, São Paulo anuncia compra do goleiro Tiago Volpi

O São Paulo anunciou em suas redes sociais a contratação definitiva do goleiro Tiago Volpi. O atleta estava emprestado pelo Querétaro, do México, por US$ 5 milhões (cerca de R$ 21 milhões). O contrato é válido até 2023.

O pagamento, no entanto, não será feito à vista. A entrada foi parcelada em três vezes. A primeira delas será paga na segunda quinzena de janeiro. O restante será pago em quatro parcelas, entre junho de 2020 e junho de 2021. O anúncio da contratação em definitivo foi feita em clima natalino nas redes sociais do clube.

O São Paulo adiou ao máximo a compra por estar em dificuldade financeira. Além disso, o clube brasileiro aguardava uma mudança no comando acionário do Querétaro, que agora pertence ao Tijuana, parceiro do São Paulo em outras negociações.

O parcelamento do negócio tornou viável a contratação do goleiro. O valor para contratar Volpi corresponde a boa parte do orçamento de 2020 para aquisição de jogadores na temporada que vem.

Por isso, o São Paulo terá de negociar jogadores na próxima janela de transferências para poder contratar mais atletas. O São Paulo espera ganhar fôlego financeiro com a venda de ao menos um jogador ainda neste ano. O mais provável é que seja Antony, que caminha para reforçar o RB Leipzig, da Alemanha, por mais de R$ 80 milhões.

Volpi se firmou no time depois de vários outros goleiros deixarem a desejar. Foi o primeiro a ganhar posição desde a saída de Rogério Ceni. O goleiro de 28 anos foi um dos grandes destaques da temporada, principalmente na classificação do time à Libertadores em função da sexta posição no Campeonato Brasileiro.

Além de boa qualidade técnica, o jogador conquistou a confiança da diretoria e da comissão técnica pela dedicação nos treinos e espírito de liderança. Titular desde que chegou, o goleiro atuou em 60 das 62 partidas do clube do Morumbi em 2019.