Futebol Carille põe derrota na conta dos 'meninos' e Andrés vê 'show de bola' do rival

Carille põe derrota na conta dos 'meninos' e Andrés vê 'show de bola' do rival

Na opinião do técnico Fábio Carille, os meias Pedrinho e Mateus Vital sentiram a pressão na derrota do Corinthians para o Independiente Del Valle por 2 a 0, na Arena Corinthians, em São Paulo, no jogo de ida da semifinal da Copa Sul-Americana, nesta quarta-feira.

"Sentimos um pouquinho pela idade de ter mais responsabilidade. Temos um grupo novo e eles têm um time malandro dentro de campo. Hoje estamos com meninos, que ainda têm de acostumar com esse tipo de jogo. Sabemos que vamos encontrar partidas assim", comentou o treinador.

Carille entende que poderia ter tido mais sorte se tivesse uma equipe mais madura. "Foi um jogo de jogadores experientes. A gente estava com muitos meninos em campo. Mas eles têm de ir para o jogo, seja ele qual for. Vimos as dificuldades do Pedrinho e do Vital na marcação. Hoje (quarta-feira) as coisas não funcionaram", disse.

O treinador tentou explicar depois que a derrota não foi por culpa somente dos atletas mais jovens do Corinthians, embora tenha deixado essa impressão em suas declarações iniciais. "Eles (Del Valle) foram efetivos na organização e estavam prontos para o contra-ataque. Vamos pensar no Brasileiro e depois do domingo pensar em fazer um ótimo jogo lá em Quito e conseguir a classificação".

O presidente Andrés Sanchez foi mais duro para explicar o tropeço do Corinthians em casa. "Levamos um show de bola. Hoje (quarta-feira) foi um dia que deu tudo errado para nós e para eles deu certo. Eles deram uma aula de futebol. Temos de ter consciência disso e agora tentar reverter fora de casa. Saiu barato o 2 a 0", comentou.

O Corinthians enfrenta o Bahia neste sábado, em casa, pela 20.ª rodada, a primeira do returno, do Campeonato Brasileiro. Na próxima quarta-feira, irá ao Equador tentar reverter o tropeço diante do Del Valle na altitude de 2.800 metros de Quito. Vale lembrar que na Sul-Americana há a regra do gol fora de casa. Um novo 2 a 0, desta vez para os alvinegros, leva a decisão para os pênaltis.