Campeonato Paulista Palmeiras vence o Choque-Rei no Morumbi e garante a classificação

Palmeiras vence o Choque-Rei no Morumbi e garante a classificação

Com gol de Rony, Alviverde venceu o São Paulo, assegurou vaga na próxima fase e quebrou um tabu que já durava 25 anos

O Palmeiras venceu o Choque-Rei disputado contra o São Paulo na noite desta quinta-feira (10). A partida atrasada, válida pela quarta rodada do Paulistão 2022, aconteceu no Morumbi, e o gol marcado por Rony logo aos 10 minutos deu os três pontos ao Alviverde, que chega aos 23 e já está nas quartas de final da competição.

Já o Tricolor Paulista, que teve Rafinha expulso aos 36 do segundo tempo, segue na liderança do Grupo B com os mesmos 17 pontos, mas ainda não assegurou a vaga na próxima fase.

Rony e Deyverson comemoram gol que garantiu a vitória do Palmeiras

Rony e Deyverson comemoram gol que garantiu a vitória do Palmeiras

Edu Garcia/R7 10.03.22

Com a vitória, o Verdão quebrou um tabu que já durava 25 anos. Desde 1997 o Palmeiras não sabia o que era vencer o Tricolor dentro do Morumbi em partidas pelo Campeonato Paulista.

Agora, o São Paulo viaja até Mirassol onde enfrenta os donos da casa no domingo (13), às 16h. Já o Palmeiras terá mais um clássico. O time comandado por Abel Ferreira recebe o Santos no Allianz Parque, também no domingo, mas às 18h30.

Pressão Alviverde

Os primeiros 45 minutos começaram com total pressão do Palmeiras. A equipe do técnico Abel Ferreira entrou mais ligada na partida e logo começou a levar perigo ao gol de Tiago Volpi. Aos 7 minutos, Piquerez cruzou na área, a bola sobrou para Raphael Veiga que mandou uma bomba. A bola bateu no rosto de Diego Costa e voltou para Wesley finalizar na trave de Volpi.

Três minutos depois, mais um cruzamento na área, dessa vez de Marcos Rocha. Rony antecipou Arboleda e cabeceou na trave, a bola voltou, bateu nas costas de Volpi e entrou para dentro do gol. São Paulo 0 x 1 Palmeiras.

O Verdão seguiu na pressão, enquanto o Tricolor tinha dificuldades para criar e ultrapassar a defesa adversária. Aos 26’, Dudu carregou a bola e deu um lindo toque para Rony que estava na cara do gol. O atacante anotou o segundo, mas o árbitro já assinalava impedimento.

São Paulo tenta empate em cruzamento na área do Palmeiras

São Paulo tenta empate em cruzamento na área do Palmeiras

Edu Garcia/R7 - 10.03.2022

O São Paulo mudou a postura e passou a criar mais, além de colocar mais velocidade, mas o Palmeiras seguia firme se defendendo.

Etapa final
No segundo tempo, os visitantes seguiram ditando o ritmo da partida. Calleri até tentou no primeiro minuto, mas perdeu o controle da bola e acabou desperdiçando a oportunidade. Na resposta, Rony recebeu e girou chutando, mas a bola foi pelo lado de fora da rede.

O Tricolor Paulista cresceu na partida, mas ainda seguia sendo travado pelo adversário. Aos 6’ Gabriel Sara recebeu de Nestor, dominou e chutou, mas a bola passou próxima a trave de Weverton.

A torcida presente começou a pedir a entrada de Luciano, e Rogério Ceni acatou. Marquinhos também foi chamado para entrar na partida. As mudanças surtiram efeito e o São Paulo passou a pressionar.

Aos 18’, Rodrigo Nestor cobrou uma falta bastante perigosa defendida por Weverton. O arqueiro palmeirense, de manchete, mandou para o meio da área, Calleri chegou cabeceando e o goleiro brilhou, salvando o que seria o gol do empate.

O Tricolor seguiu criando e com uma postura melhor. Aos 30’ Marquinhos mandou um belíssimo chute da entrada da área, a bola foi por cima de Weverton, pegou no travessão e na trave, e foi para fora.

No melhor momento do São Paulo na partida, Rafinha levou o segundo cartão amarelo após falta em Rony e foi expulso, deixando o Tricolor em uma situação complicada.

Com a expulsão, o time da casa perdeu força para atacar e o Palmeiras apenas controlou o resultado quebrando um tabu e carimbando a vaga nas quartas de final do Paulistão.

FICHA TÉCNICA
São Paulo 0 x 1 Palmeiras
Local: estádio do Morumbi, em São Paulo
Data e hora: quinta-feira (10/3), às 20h30
Arbitragem: Douglas Marques das Flores
Assistentes: Fabrini Bevilaqua Costa e Amanda Pinto Matias
Quarto Árbitro: Daiane Muniz dos Santos / VAR: Péricles Bassols Pegado Cortez

Gol: Rony, aos 10'/1ºT (Palmeiras)

Cartões amarelos: Rafinha, Arboleda (São Paulo) e Luciano (São Paulo); Zé Rafael e Piquerez (Palmeiras)

Cartão vermelho: Rafinha, aos 36'/2ºT (São Paulo)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Rafinha, Diego Costa (Reinaldo), Arboleda e Léo; Pablo Maia, Rodrigo Nestor, Igor Gomes (Marquinhos) e Gabriel Sara (Patrick); Calleri e Eder (Luciano). Técnico: Rogério Ceni

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez; Danilo, Zé Rafael (Jaílson) e Raphael Veiga (Atuesta); Dudu (Gabriel Veron), Rony (Rafael Navarro) e Wesley (Breno Lopes). Técnico: Abel Ferreira

Relembre 7 momentos pitorescos que marcaram o Paulistão 2022
 

Últimas