Campeonato Paulista Diretor do São Paulo confia em Ceni e elogia elenco: 'Dará alegrias'

Diretor do São Paulo confia em Ceni e elogia elenco: 'Dará alegrias'

Apesar da goleada sofrida na final do Paulistão para o Palmeiras, Tricolor mostrou evolução ao longo da competição 

Agência Estado - Esportes
Diretoria do São Paulo dá respaldo ao trabalho de Ceni e confia em evolução

Diretoria do São Paulo dá respaldo ao trabalho de Ceni e confia em evolução

Edu Garcia/R7

Internamente, o São Paulo não trata a goleada do Palmeiras na final do Paulistão como motivo para um recomeço. A diretoria entende que os comandados de Rogério Ceni estão se adaptando a um novo modelo e mentalidade de jogo e essas alterações requerem tempo para mostrar efetividade. Ao fim da decisão do estadual, Carlos Belmonte, diretor de futebol do time tricolor, avaliou a trajetória do time no Campeonato Paulista.

"Trabalho continua e continua forte. Temos mais três competições este ano. A gente tem muito orgulho do que os jogadores fizeram. É um trabalho que está começando na temporada, e chegamos à final com um time que estamos formando, com uma comissão técnica em que a gente acredita. Portanto o trabalho continua. Aproveito para parabenizar o Palmeiras, que mereceu a vitória", declarou Belmonte.

Neste início de temporada, o São Paulo se concentrou em reformular o elenco, com dispensas e novas contratações, para entregar a Rogério Ceni um grupo condizente com o projeto que o treinador tem para o clube. O grande objetivo é transformar o espírito do elenco, fonte de críticas ao longo das últimas temporadas. Para isso, Belmonte entende ser necessário continuar o trabalho do treinador.

"O impacto é para a gente continuar trabalhando. A gente acredita muito no trabalho da comissão técnica, no trabalho do Rogério Ceni, em tudo que a gente vê que está sendo feito. A gente acredita neste grupo de jogadores, em todos eles. Os jogadores que hoje estão aqui são nos quais acreditamos. A gente sabe que precisa continuar trabalhando, mesmo que com menos recursos que os demais times. Mas a gente acredita no trabalho. Então, o impacto é: mais trabalho e acreditar que a gente pode", analisou Carlos Belmonte, que enfatizou a confiança nos frutos que o São Paulo colherá com o elenco vice-campeão paulista.

"A reconstrução vem desde o ano passado. A gente vem em um processo de reformulação do elenco e vem trabalhando com isso. Esse processo já teve três estágios, mas tem outros pela frente. O importante hoje é que a gente acredita muito na comissão técnica. Claro, estamos todos tristes, insatisfeitos com a perda do título, mas não insatisfeitos com o trabalho que fizemos até agora. A gente continua trabalhando. Esse time, não tenho dúvida, vai dar muitas alegrias para os torcedores do São Paulo", finalizou.

Após a derrota no Paulistão, o São Paulo mira boas estreias na Copa Sul-Americana e no Campeonato Brasileiro. O time tricolor viaja a Cuzco, no Peru, para enfrentar o Ayacucho, na quinta-feira (7), às 21h30. Sua partida inaugural no Brasileirão será no próximo domingo (10), às 18h, no Morumbi, diante do Athletico Paranaense.

De volta à NFL, Brady curte férias com Gisele em iate de R$ 30 mi

Últimas