Campeonato Paulista Ceni vibra com triunfo no clássico: 'Vontade de vencer absurda'

Ceni vibra com triunfo no clássico: 'Vontade de vencer absurda'

Treinador do São Paulo também falou sobre recuperação de Luan, Patrick e Nikão, além de reconhecer o nível técnico do Corinthians

Rogério Ceni comanda o São Paulo durante clássico contra o Corinthians

Rogério Ceni comanda o São Paulo durante clássico contra o Corinthians

Rubens Chiri / SPFC.net

O São Paulo marcou logo aos 52 segundos de jogo com Jonathan Calleri e conseguiu segurar o resultado no clássico Majestoso, contra o rival Corinthians, até o apito final neste sábado (5), no Morumbi. O time sofreu pressão do adversário, mas não o suficiente para empatar o confronto. Ao final do jogo, o técnico Rogério Ceni exaltou o que chamou de "vontade de vencer absurda" do Tricolor.

“Enfrentamos uma equipe de nível técnico elevadíssimo. É um time muito capacitado, mas nosso time teve uma vontade de vencer absurda. Conseguimos o gol rapidamente e depois todo mundo se aplicou taticamente para conseguir a vitória", disse.

Ainda que o Corinthians tenha apresentado um futebol bastante técnico e tenha levado perigo ao gol Tricolor, o time de Ceni se manteve taticamente bem e soube ter uma defesa bastante sólida, evitando o gol do adversário.

“Nós tivemos muitos méritos em se entregar taticamente ao jogo. Acho que taticamente o jogo foi o que mais me agradou. Acho que soubemos compreender o Corinthians e ter a humildade de jogar contra um time que se demonstrou mais técnico que o nosso.”

Para esse confronto, Rogério Ceni não contou com Luan, Patrick, Igor Vinícius, Nikão e Jandrei. Os três primeiros ainda se recuperam de lesão, já os dois últimos estão isolados por conta da Covid-19. A dupla de volantes já vem treinando com o restante do elenco, mas ainda não foi relacionada. Já o camisa 10 voltou aos treinos, mas ainda precisa retomar a parte física.

“Patrick, já há algum tempo parado, mas vamos tentar trabalhar. Igor Vinícius também vai ter que voltar. Alguns são mais privilegiados fisicamente, outros não. Estamos tentando fazer com que eles se equilibrem. Para mim, está começando a ficar apertado até para fazer as convocações. Na quinta-feira, por exemplo, acho que Luan e Patrick podem ter condições de serem convocados”, disse, lembrando do duelo contra o Palmeiras, na quinta (10).

“Eu preciso que eles treinem todos os dias, se dediquem. Hoje de manhã estavam todos treinando no CT. Nikão já pediu para treinar amanhã (domingo), que é folga de todos eles, porque ele está há dez dias cumprindo protocolo de Covid. Vai perdendo, ele estava quase chegando lá, ai perde dez dias, faz diferença”, concluiu.

Com a vitória, o São Paulo chegou aos 17 pontos e se isolou na liderança do Grupo B. Agora, o Tricolor se prepara para enfrentar o Palmeiras, na quinta-feira (10), também no Morumbi, em partida válida pelo Paulistão.

Últimas