Campeonato Paulista Bola parada se torna fator decisivo nos jogos do Guarani em 2022

Bola parada se torna fator decisivo nos jogos do Guarani em 2022

Tanto no ataque como na defesa, faltas, escanteios e pênaltis têm sido principais responsáveis por gols em jogos do Bugre

Ernando sobe para tirar a bola de cabeça em jogo contra o Santos

Ernando sobe para tirar a bola de cabeça em jogo contra o Santos

Thomaz Marostegan/Guarani FC

A bola parada tem sido determinante para os gols em jogos do Guarani, sejam a favor ou contra. Enquanto a defesa tem sido muito criticada pelos gols sofridos, principalmente em bolas aéreas, o ataque tem conseguido marcar mais vezes em faltas e pênaltis.

Em números, o Guarani marcou 11 gols em 2022, sendo seis de bola rolando e cinco de bola parada (quatro pênaltis e um de falta, em cobrança de Diogo Mateus contra o São Paulo). Esse valor equivale a 45% dos gols marcados pelo time.

Na defesa, o Bugre sofreu 16 gols na temporada. Nove deles foram com bola rolando (a maioria em cruzamentos na área) e outros sete em bola parada (dois pênaltis, dois lances de escanteio e três de cobranças de falta dos adversários). Isso equivale a 43% dos gols sofridos.

O próximo compromisso do Guarani será contra a Ferroviária, no sábado (12), à 16h, no Brinco de Ouro da Princesa, pela décima primeira rodada do Campeonato Paulista.

Violência no futebol mexicano gera inúmeros torcedores internados; veja sete destaques esportivos

Últimas