Brasil terá 12 atletas nos Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude

O Brasil será representado por 12 atletas nos Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude, que serão disputados em Lausanne, na Suíça, entre 09 e 22 de janeiro de 2020. As últimas vagas foram definidas no domingo e nesta segunda-feira.

No fim de semana, em Park City, nos Estados Unidos, buscaram a classificação olímpica Gustavo Ferreira, no monobob, e Larissa Cândido e Lucas Carvalho, no skeleton. Nesta segunda foi a vez de Taynara da Silva, no biatlo e no esqui cross-country, e Eduarda Ribera, Manex Silva e Rhaick Bomfim, todos no esqui cross-country.

O Brasil já tinha cinco vagas confirmadas na competição, sendo quatro delas no time de curling misto, com Gabriela Rogic Farias, Leticia Cid, Vitor Melo e Michael Velve. O outro lugar pertence a Noah Bethonico, no snowboardcross. Com apenas 15 anos, ele faturou a classificação olímpica por terminar o Mundial Júnior em Reiteralm, na Áustria, entre os 20 melhores.

"O marco de 30 dias para os Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude nos trouxe a grande notícia de que, pela primeira vez, o Brasil terá representantes em seis modalidades diferentes na competição. Isso é fantástico para o crescimento das modalidades de inverno e mostra que o trabalho realizado pelas Confederações do Gelo e da Neve vem dando resultados", afirmou Matheus Figueiredo, presidente da Confederação Brasileira de Desportos no Gelo e chefe da missão brasileira nos Jogos.

"Será uma experiência fantástica para esses atletas e, mais do que isso, eles poderão trazer novas oportunidades para o Brasil, servindo de exemplo para que novos nomes comecem a praticar as modalidades e, num futuro próximo, trazendo resultados relevantes nas categorias adulto e sênior", completou.