Botafogo sai e joga Flu no Z4. Briga de gigantes segue feroz na confusão

Alvinegro vence Avaí, mas ainda corre risco. Derrotado pelo Inter, Flu volta ao Z4 em 17º, um ponto atrás do Cruzeiro. E o Galo que continue a se cuidar  

Diego Souza (esq.) fez um dos dois gols sobre o Avaí que tiraram o Botafogo do Z4

Diego Souza (esq.) fez um dos dois gols sobre o Avaí que tiraram o Botafogo do Z4

Lance

Descendo...

E o Brasileirão vai para a 33ª rodada, a seis do final, com o Flamengo em vantagem ampliada para dez pontos sobre o Palmeiras, após a vitória por 3 a 1, de virada, sobre o Bahia, no Maracanã, neste domingo (10). Na véspera, o vice-líder empatou em 1 a 1 com o rival Corinthians.

A parte de cima da tabela chama atenção na reta final. Mas a briga mais quente é travada atualmente entre os gigantes que ‘fazem de tudo’ para terminar o campeonato, no próximo dia 8 de dezembro, entre os quatro rebaixados, no elevador do Z4 que desce para disputar a Segunda Divisão em 2020. Como em quase todos os anos, tem mais de um peixe grande e gordo candidato a ao menos uma das quatro vagas da decepção. Neste caso três: Fluminense, Cruzeiro e, um pouco mais à distância, agora o Botafogo.

O Alvinegro, com a vitória por 2 a 0 sobre o Avaí, no Engenhão, nesta segunda-feira (11), saiu da 17º posição, na "zona da confusão", como costuma dizer o técnico do Vasco, Vanderlei Luxemburgo, pulou para o 14º e colocou em seu lugar o Fluminense.

Mas, com 36 pontos, dois a mais do que o tricolor das Laranjeiras e um acima do Cruzeiro, o primeiro a escapar do Z4, o Botafogo precisa tomar muito cuidado até o final do campeonato.

Avaí (20º com 17 pontos) e Chapecoense (19º com 22) parecem estar definitivamente condenados à Segundona. O CSA, que perdeu para o Vasco por 3 a 0 em casa, no Rei Pelé, permanece em 18º, com 29 pontos. Ao contrário do que ocorreu nas derrotas das três últimas rodadas, a equipe alagoana precisará trabalhar muito e errar muito pouco para se salvar, mas ainda tem chances. Está a seis pontos do 16º Cruzeiro, que no domingo empatou em 0 a 0 com o rival Atlético-MG, em 12º com 40 pontos.

Acima do Cruzeiro está o Ceará, com 36, mesma pontuação do Botafogo. O Atlético-MG, que parecia ‘procurar’ o Z4 a qualquer custo, relaxou parcialmente com o empate e os 40 pontos, cinco deles conquistados nas últimas três rodadas. Acima do Galo, ainda mais aliviado, respira fundo o Vasco, com 42.

Em resumo, Fluminense, Cruzeiro e Botafogo, este último apesar da vitória sobre o Avaí, ainda disputam a quarta vaga no elevador que descerá com a turma da Série A para a Série B.

A briga na confusão está mais nervosa (para torcedores dos times) ou animada (para rivais secadores) do que a travada na ponta.

Descendo...