Futebol Boca Juniors anuncia Diego Martínez como treinador para 2024

Boca Juniors anuncia Diego Martínez como treinador para 2024

Treinador assume o gigante argentino com a missão de reconstruir o caminho dos títulos, após doída derrota na final da Libertadores

AFP
  • Futebol | por AFP

Diego Martínez comandou o Tigre em 2023

Diego Martínez comandou o Tigre em 2023

Diego Lima - 22/5/2022

O Boca Juniors anunciou em suas redes sociais nesta terça-feira (26) o argentino Diego Martínez como novo técnico da equipe para a temporada 2024.

Martínez, de 45 anos, assumirá o elenco xeneize no dia 2 de janeiro com a missão de recuperar o Boca depois de um ano decepcionante, no qual o time não conquistou títulos nem não se classificou para a Copa Libertadores de 2024.

A princípio, Martínez terá contrato até 31 de dezembro de 2024, com opção de renovação por mais uma temporada, e vai ocupar o lugar de Jorge Almirón, que deixou o clube em novembro, após a derrota na final da Libertadores para o Fluminense.

Martínez tinha sido procurado em abril deste ano por Juan Román Riquelme, então vice-presidente do Boca e desde a última quarta-feira (20) novo presidente do clube, mas não houve acordo, porque o treinador estava à frente do Tigre, da primeira divisão argentina.

Clique aqui e receba as notícias do R7 Esportes no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Eu sua carreira como técnico, Martínez passou por vários clubes de divisões inferiores, como Ituzaingó, Cañuelas, Comunicaciones, Midland e Estudiantes de Buenos Aires, até chegar à elite e comandar equipes como Godoy Cruz, Tigre e Huracán, que levou às quartas de final da Copa da Liga neste ano.

Mas Martínez já teve uma passagem há alguns anos no Boca, como treinador das categorias de base, e trabalhou com vários jogadores juvenis que hoje estão no profissional, como Valentín Barco, Luca Langoni, Cristian Medina e Ezequiel Fernández.

Como jogador, Diego Martínez foi volante e jogou em vários times da segunda divisão argentina e nos gregos Pierikos e Diagora.

Neymar, Gabigol e Botafogo puxam a lista de decepções do futebol brasileiro em 2023

Últimas