Futebol Bicampeão da Libertadores, Abel Ferreira iguala Telê e Bianchi

Bicampeão da Libertadores, Abel Ferreira iguala Telê e Bianchi

Técnico português escreve seu nome na história do Palmeiras com mais uma conquista da América em menos de um ano

  • Futebol | Do Live Futebol BR, em Montevidéu, no Uruguai

Abel Ferreira

Abel Ferreira

Cesar Greco/Palmeiras

Não foi apenas o Palmeiras que alcançou um recorde ao ser bicampeão consecutivo da Libertadores neste sábado (27), vencendo o Flamengo com gol de Deyverson na prorrogação e se juntando ao Santos de Pelé (bi em 1962 e 1963) e o São Paulo de Telê Santana e Raí (1992 e 1993), outros brasileiros com dois títulos consecutivos no torneio. O técnico Abel Ferreira também fez história.

O português, que também comandou o time alviverde na campanha de 2020, iguala o feito do mesmo Telê Santana e do argentino Carlos Bianchi. O primeiro, levantou a taça de forma consecutiva em 92 e 93 com o Tricolor. Já Bianchi foi campeão com o Boca Juniors em 2000, em cima do próprio Palmeiras, e 2001, contra o Cruz Azul, do México.

Outros treinadores conquistaram a Libertadores duas vezes, mas não de forma consecutiva. São eles: Scarone, Luís Alonso Pérez, Manuel Giúdice, Osvaldo Zubeldía e Juan Carlos Lorenzo.

Anunciado pelo Palmeiras como técnico em 30 de outubro de 2020, Abel Ferreira garantiu dois títulos da Libertadores ao clube em dez meses, já que a primeira, na final contra o Santos válida pela competição de 2020, aconteceu em 31 de janeiro deste ano. 

Com mais uma conquista, coloca seu nome entre os grandes comandantes do Palmeiras, agora, um clube tricampeão da Libertadores.

Bicampeão da Libertadores, Abel faz ainda mais história no Palmeiras

Últimas