Futebol Autor de passe do 1º gol de Neymar relembra ansiedade do craque

Autor de passe do 1º gol de Neymar relembra ansiedade do craque

Jovem, então com apenas 17 anos, marcou na vitória do Santos sobre o Mogi Mirim, por 3 a 0, no Pacaembu, pelo Campeonato Paulista

Primeiro gol Neymar

Neymar marcou o terceiro gol da vitória do Santos por 3 a 0 sobre o Mogi Mirim

Neymar marcou o terceiro gol da vitória do Santos por 3 a 0 sobre o Mogi Mirim

André Lessa/Estadão Conteúdo -15.3.2009

Neymar comemora nesta sexta-feira (15) dez anos do seu primeiro gol como profissional. Uma semana depois de estrear com a camisa do Santos, o jovem, então com apenas 17 anos e uma camisa de numeração maior do que comumente usaria, marcou de cabeça, na vitória por 3 a 0, sobre o Mogi Mirim, no Pacaembu. Mas você se lembra quem deu o passe para gol?

Roni, que fez muito sucesso com a camisa do Fluminense e defendia o Santos em 2009, foi quem fez a assistência. Um cruzamento na medida para o primeiro gol da jovem promessa, o primeiro dos 20 de cabeça do hoje jogador do Paris Saint-Germain e da seleção brasileira. Segundo Roni, — que também deixou o seu gol na partida, junto com Paulo Henrique Ganso — Neymar estava ansioso.

COSME: O talento, a má sorte, a mágoa de um gênio. Morre Coutinho

"Ganhamos o jogo por 3 a 0. O gol dele [Neymar Jr] saiu de uma bola esticada na esquerda. Eu cruzei de canhota e o Neymar fez o gol de peixinho. Em seguida ele fez o gesto eternizado pelo Pelé, o do soco no ar e correu para me agradecer, até porque ele sabia que era um gol importante na vida dele. Todo atacante quer fazer logo o gol quando sobe para o profissional e tirar esse peso", disse Roni.

Roni disse que sempre viu potencial em Neymar

Roni disse que sempre viu potencial em Neymar

Reprodução/Instagram/@neymarjr

Já com larga carreira no futebol naquela época, Roni contou que já via um potencial craque em Neymar. Desde os primeiros anos na Baixada Santista, o jovem era tratado como uma joia. Hoje, aos 41 anos, Roni se diz feliz em ter sido importante na carreira do jogador.

Leia mais: Vai fazer falta? Veja quem desfalca seu time nas Datas-Fifa

"Ele é um moleque que desde que chegou ao Santos, notava que ele tinha algo diferente. Joguei várias partidas com Neymar e procurava orientá-lo de uma maneira, como em movimentações", disse. "Tínhamos um carinho especial por ele. Eu o via sempre com o pai e a família e sempre dizia para manter a família perto porque, nos momentos difíceis, seriam os únicos a continuar do lado."

Neymar ainda se recupera da segunda lesão no dedinho do pé direito. O atacante sofreu uma lesão, ainda em janeiro deste ano. A tendência é que o jogador volte a treinar apenas na metade de abril.

Confira a ficha técnica daquele jogo:

SANTOS 3 X 0 MOGI MIRIM

Santos: Fábio Costa; Luizinho, Fabão, Fabiano Eller e Triguinho; Pará, Germano, Lúcio Flávio e Paulo Henrique Ganso (Molina); Roni (André) e Neymar (Bolaños). Técnico: Vagner Mancini

Mogi Mirim: Marcelo Cruz; Anderson, Neguette, Thiago Couto (William) e Júlio César; Luís Henrique, Luciano Sorriso, Joelson (Rick) e Giovanni; Marcelo Régis (André Luís) e João Sales. Técnico: Paulo Campos

Data: 15/03/2009 (domingo)
Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo
Árbitro: Márcio Roberto Soares
Auxiliares: Jumar Nunes Santos e Fabio Aparecido Gomes Ribeiro
Cartões amarelos: Bolaños (Santos), Luís Henrique, Neguette, Giovanni (Mogi Mirim)
Gols: Paulo Henrique Ganso, aos 12min; Roni, aos 23min; Neymar, aos 27min do segundo tempo

Curta a página de Esportes do R7 no Facebook

Arte/R7