Futebol Atlético-MG bate Fortaleza e segue na luta pelo título brasileiro

Atlético-MG bate Fortaleza e segue na luta pelo título brasileiro

Time venceu em casa por 2 a 0 com gols de Vargas e Guilherme Arana e chegou aos 60 pontos

Agência Estado - Esportes
Eduardo Vargas jogador do Atlético-MG durante partida contra o Fortaleza no estádio Mineirão pelo campeonato Brasileiro

Eduardo Vargas jogador do Atlético-MG durante partida contra o Fortaleza no estádio Mineirão pelo campeonato Brasileiro

FERNANDO MORENO/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO - 31.01.2021

O Atlético-MG desencantou no segundo tempo e assumiu a vice-liderança na tarde deste domingo (31) ao ganhar do Fortaleza, por 2 a 0, no Mineirão, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Esta foi a segunda vitória seguida do time comandado por Jorge Sampaoli, atrás somente do Internacional. O Atlético-MG chegou aos 60 pontos e contou com uma derrota do São Paulo para o Atlético-GO, por 2 a 1, para assumir a vice-liderança. O Flamengo tem 58 e entra em campo na segunda-feira, contra o Sport, no Recife.

Por outro lado, o Fortaleza perdeu a chance de deixar a zona de rebaixamento depois de Vasco e Bahia empatarem sem gols em São Januário. Com 35 pontos, o tricolor cearense segue na 17ª colocação.

Assim como a maioria dos jogos no Mineirão, o Atlético-MG começou em cima do adversário e criou a primeira chance aos cinco minutos. Guilherme Arana soltou a bomba e Felipe Alves espalmou para escanteio. Na sequência, o goleiro chegou um pouco antes de Vargas após passe de Savarino.

Na melhor oportunidade até então, Hyoran recebeu passe de Savarino dentro da área, dominou e finalizou rente à trave. O Fortaleza assustou Everson pela primeira vez aos 20 minutos, em chute de longa distância de Deivid. O goleiro só olhou.

O Atlético-MG continuava com mais posse de bola, mas tinha dificuldades para passar pela forte marcação do Fortaleza, que apostava no contra-ataque. Aos 44, Savarino cruzou e Eduardo Sasha cabeceou para defesa no reflexo de Felipe Alves.

Os dois times voltaram do intervalo com as mesmas formações. E a pressão atleticana surtiu efeito logo aos 12 minutos. Hyoran cruzou e Guilherme Arana apareceu nas costas de Tinga para bater de primeira no canto de Felipe Alves, que ficou paralisado.

Logo depois, Eduardo Sasha chutou e a bola acertou Jackson. Os jogadores atleticanos pediram pênalti. Leandro Pedro Vuaden nada marcou, mas foi chamado pelo VAR e voltou atrás após checagem. Vargas bateu, Felipe Alves defendeu e o rebote voltou nos pés do chileno, que dessa vez não desperdiçou com um chute forte e no meio do gol.

Aos 26 minutos, David foi derrubado por Jair dentro da área. Assim como aconteceu anteriormente, Leandro Pedro Vuaden voltou atrás e marcou pênalti após ver o VAR. No entanto, Osvaldo perdeu a chance de diminuir para o Fortaleza ao acertar a trave direita.

O time cearense sentiu o pênalti desperdiçado e viu o Atlético-MG marcar o terceiro, mas o gol foi anulado por conta de um impedimento de Marrony. Diante das várias paralisações, Leandro Pedro Vuadez deu dez minutos de acréscimos. Sem forçar, o time mineiro passou a valorizar a posse da bola e a partida seguiu sem maiores emoções até o apito final do árbitro.

O Atlético-MG volta a campo na quarta-feira, contra o Goiás, às 21h30, no estádio Hailé Pinheiro, em Goiânia. Na quinta, o Fortaleza recebe o Coritiba, às 18h30, na Arena Castelão, em Fortaleza. Os jogos serão válidos pela 34ª rodada.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 2 X 0 FORTALEZA

ATLÉTICO-MG - Everson; Guga, Junior Alonso, Réver e Guilherme Arana; Jair (Gabriel), Allan e Hyoran (Franco); Savarino (Calebe), Eduardo Sasha (Nathan) e Eduardo Vargas (Marrony). Técnico: Jorge Sampaoli.

FORTALEZA - Felipe Alves; Gabriel Dias, Wanderson, Jackson (Quintero) e Carlinhos; Felipe, Ronald, Luiz Henrique (Mariano Vazquez), David (Ederson) e Tinga (Bergson); Wellington Paulista (Osvaldo). Técnico: Léo Porto (auxiliar).

GOLS - Guilherme Arana, aos 12, e Vargas, aos 21 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Leandro Pedro Vuaden (RS).

CARTÃO AMARELO - Jackson (Fortaleza).

LOCAL - Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Últimas