Futebol Apesar dos casos de covid, Flamengo e Barcelona-EQU jogam nesta terça

Apesar dos casos de covid, Flamengo e Barcelona-EQU jogam nesta terça

Sete jogadores do time rubro-negro foram diagnosticados com novo coronavírus e estão isolados. Partida acontece em Guayaquil, às 19h15

  • Futebol | Do R7

Flamengo teve sete jogadores infectados pelo novo coronavírus

Flamengo teve sete jogadores infectados pelo novo coronavírus

Divulgação/Twitter/@Flamengo

Barcelona-EQU e Flamengo tiveram a confirmação da partida só na tarde desta terça-feira (22), a pouco mais de três horas do previsto para a bola rolar pela Copa Libertadores. O confronto em Guayaquil, no Equador, chegou a ficar suspenso em razão dos sete casos de testes positivos para o novo coronavírus no elenco rubro-negro.

As autoridades de saúde do Equador e de Guayaquil entenderam que há segurança sanitária para a partida. Ainda pela manhã, agentes foram ao hotel da delegação brasileira e inicialmente chegaram a suspender o jogo pela quarta rodada da fase de grupos. Horas depois, cederam à realização da partida.

A prefeita da cidade, Cynthia Viteri, chegou a assinar um documento entendendo não ser possível a realização da partida. Mais tarde, foi ao Twitter dizer que o estádio Monumental não estava fechado para a partida. Até mesmo o governo federal do país foi acionado pela Conmebol para garantir a realização da partida. A alegação foi de que todos os protocolos foram respeitados.

O Flamengo explicou que os testes positivos foram casos isolados e tinham garantia do isolamento desses atletas contaminados. A equipe ainda chegou a montar uma operação para levar jogadores às pressas ao Equador. A equipe de Domènece Torrent vem de um 5 a 0 para o Independiente del Valle e busca se recuperar no Grupo A.

A Conmebol se viu diante de um impasse marcado pela falta de datas disponíveis no apertado calendário. Um jogo em campo neutro, em um país que abrigue melhores condições, é previsto no regulamento.

Os jogadores que tiveram o resultado positivo para a covid-19 são: Isla, Matheusinho, Filipe Luís, Diego, Michael, Vitinho e Bruno Henrique. Além deles, o médico Marcio Tannure e o auxiliar Juan também foram infectados.

Neymar é só 28º entre os 'melhores do século'. Lista tem seis brasileiros

Últimas