Palmeiras

Futebol Ao lado de Abel Ferreira, Danilo somou bons números no Braga

Ao lado de Abel Ferreira, Danilo somou bons números no Braga

Titular do clube lusitano na temporada 2017/18, o meia atuou em 60% das partidas da equipe ao longo do período

Lance
Recém chegado ao Palmeiras, Danilo já atuou com Abel Ferreira no Braga

Recém chegado ao Palmeiras, Danilo já atuou com Abel Ferreira no Braga

Lance!

O Palmeiras anunciou nesta terça-feira (23) o primeiro reforço para a temporada de 2021: Danilo Barbosa. O meio-campista de 25 anos, que pertence ao Nice-FRA, já estava no Brasil desde a manhã de domingo e passou por uma bateria de exames na Academia de Futebol. O contrato do jogador será por empréstimo com opção de compra ao final do ano.

Cria do Vasco, Danilo é meio-campista dinâmico, com intensidade para ajudar nas fases ofensivas e defensivas do jogo, e foi um dos destaques no vice campeonato da seleção brasileira sub-20 no Mundial da categoria, em 2015. Na Europa desde 2014, o jogador passou por Braga, Benfica, Valencia e Standard Liege-BEL antes de se transferir para o Nice, em 2018.


No entanto, foi com Abel Ferreira que o meia atingiu seu auge no velho continente. Comandado pelo treinador na temporada 2017/18, na qual Abel levou o Braga em um histórico quarto lugar na Liga Portuguesa, Danilo atuou em 31 das 51 partidas da equipe no período, com 21 vitórias, 3 empates e 7 derrotas (aproveitamento de 70,9%). Ao todo, foram 1539 minutos em campo, obtendo quatro gols e quatro assistências, média de uma participação direta a cada 192 minutos.

Com bons números, Danilo se destaca pelo índice de passes corretos, com 82% de precisão e 10 passes decisivos, ou seja, aqueles que possibilitam uma finalização ao gol. No estilo de jogo proposto pelo Verdão, com toques verticais, a alta precisão deve favorecer o coletivo e não apenas o individual.

Apesar de atuar com mais liberdade com Abel Ferreira no Braga, o meia continuou com dados defensivos sólidos dentro de campo. Foram 39 interceptações, 36 desarmes e 33 cortes, com apenas 6 dribles sofridos durante a temporada. Firme nas divididas, foram 65% dos duelos no chão ganhos, e 57% entre as disputas de bolas aéreas.

Últimas