Futebol Allianz Parque será palco da final da Copinha e Santos repudia decisão

Allianz Parque será palco da final da Copinha e Santos repudia decisão

Com Pacaembu em reforma, FPF escolheu a casa do Palmeiras para duelo de terça-feira (25); Peixe diz que decisão privilegia rival

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Casa do Palmeiras, Allianz Parque será palco da final da Copinha 2022

Casa do Palmeiras, Allianz Parque será palco da final da Copinha 2022

Divulgação/Palmeiras

Com o Pacaembu em reforma, a decisão da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2022 entre Santos e Palmeiras nesta terça-feira (25), às 10h, será no Allianz Parque, estádio do Verdão.

Publicada na noite de domingo pela FPF (Federação Paulista de Futebol), a decisão foi contestada pelo Peixe. Em nota oficial divulgada minutos depois da confirmação do local da partida, o clube alvinegro repudiou a decisão alegando que a escolha privilegia o rival.

"O Peixe considera que tal decisão, que no regulamento da competição está sob responsabilidade do Departamento de Competições da FPF, privilegia o outro finalista e não atende ao princípio de isonomia", diz um trecho da manifestação.

A nota do Alvinegro Praiano afirma ainda que o presidente do clube, Andres Rueda, reivindicou o direito de jogar em campo neutro.

"Desde o término das semifinais, na noite de sábado (22), o presidente do Santos, Andres Rueda, manteve contato com o presidente da FPF, Reinaldo Carneiro Bastos, argumentando que nosso adversário tinha o direito de jogar com torcida, mas que o estádio deveria ser neutro".

O Santos destaca que sugeriu outras alternativas ao Pacaembu, que não pode receber a decisão tradicionalmente disputada no estádio municipal no dia do aniversário da capital paulista.

"Historicamente, as finais da Copa SP ocorrem no Pacaembu, como o próprio regulamento deixa claro. Rueda apontou diversas alternativas para que a final ocorresse seguindo o tradicional princípio da neutralidade nesta competição de base e reitera seu descontentamento com a decisão", concluiu o comunicado.

Legado da Copinha: as joias que podem pintar no Paulista e Carioca

Últimas