Esportes 'Frustrado' com eliminação do Benfica, Jorge Jesus critica time após derrota

'Frustrado' com eliminação do Benfica, Jorge Jesus critica time após derrota

O português Jorge Jesus soltou o verbo após a eliminação do Benfica na Liga Europa. O treinador disse estar extremamente frustrado e disparou críticas ao comportamento de seus jogadores após a derrota por 3 a 2 para o Arsenal, na Grécia. Sua bronca foi em razão da facilidade que o time deu para o rival chegar ao segundo e terceiro gols.

Depois de empate na ida por 1 a 1 e de sair atrás no placar nesta quinta-feira, o Benfica conseguiu a virada aos 16 minutos do segundo tempo. Bastava não sofrer dois gols que a vaga nas oitavas de final seria garantida. Mas seus jogadores não souberam defender nos 29 minutos restantes, de acordo com o técnico, que criticou a postura e a falta de capacidade apresentadas.

"Não conseguimos segurar o resultado, com duas situações a favor (vitória e o empate). A equipe estava toda posiciona atrás, con vários jogadores, e fomos superados com facilidade em duas jogadas de um contra um", reclamou o treinador.

Não satisfeito, foi além. "Faltou, nos últimos minutos, ter a capacidade para poder impedir o segundo e o terceiro gols, sermos melhores na marcação homem a homem. Os jogadores poderiam ter impedido o cruzamento e a finalização", seguiu, frisando a jogada do gol decisivo, faltando três minutos para o fim do jogo, quando Saka cruzou e Aubameyang ganhou de Lucas Veríssimo pelo alto.

"A equipe jogou melhor hoje (quinta-feira) do que no jogo da Itália (ida), teve momentos de grande categoria tanto ofensivamente quanto defensivamente. Até falharmos nos momentos mais fáceis de controlar. Isso marca emocionalmente, não marca só no resultado. Saímos daqui frustrados."

Apesar da possibilidade grande de ser demitido após não ter mais ambições no Campeonato Português - o time é o quarto colocado - e após ser eliminado de todas as copas, Jorge Jesus se diz tranquilo e sem arrependimentos de ter assumido o Benfica. "Não me arrependo."

Últimas