Esportes Florida diz estar pronta para ser sede dos Jogos Olímpicos, se Tóquio desistir

Florida diz estar pronta para ser sede dos Jogos Olímpicos, se Tóquio desistir

Jimmy Patronis, responsável pelas finanças da Florida, enviou uma carta para o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI) para informar que o estado norte-americano está pronto para receber os Jogos Olímpicos, caso Tóquio desista de ser a anfitriã do evento com data de início prevista para 23 de julho.

"Os meios de comunicação noticiaram que os dirigentes japoneses teriam concluído em uma reunião que, devido à pandemia, os Jogos Olímpicos não poderiam ser realizados em Tóquio. Ainda há tempo para enviar uma equipa do COI para a Florida para reuniões com os responsáveis locais sobre a realização dos Jogos no Sunshine State", disse o documento.

Na carta, Patronis elogiou os esforços de vacinação no estado norte-americano, a reabertura econômica, os eventos esportivos que recebeu durante a pandemia da covid-19, tal como os jogos da NBA, além dos parques temáticos, como o Disney World, estarem abertos a empresas.

A Florida registrou mais de 25 mil mortes devido à covid-19, enquanto os Estados Unidos se aproximam dos 420 mil óbitos. "Independentemente das medidas de precaução necessárias, é preciso encontrar uma solução e pô-la em prática", disse Patronis.

Na sexta-feira passada, o primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, afastou os rumores de que os Jogos não seriam mais na capital japonesa. "Estou determinado a realizar os Jogos Olímpicos seguros em Tóquio como uma celebração da vitória da humanidade sobre o novo coronavírus", afirmou o político japonês em uma sessão parlamentar.

Os Jogos Olímpicos, que deveriam ter sido disputados em 2020, foram adiados por um ano por causa da pandemia.

Últimas