Esportes Fifa pune Hungria por comportamento racista de torcida em jogo das Eliminatórias

Fifa pune Hungria por comportamento racista de torcida em jogo das Eliminatórias

A Fifa anunciou nesta terça-feira que a seleção da Hungria foi punida com a obrigação de disputar o próximo confronto como mandante pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 sem público no estádio, devido ao comportamento racista de torcedores durante duelo contra a Inglaterra, em Budapeste, no último dia 2.

Além disso, a Comissão Disciplinar da entidade, que avaliou o caso, determinou o pagamento de uma multa de 200 mil francos suíços (R$ 1,14 milhão na cotação atual) à federação de futebol do país.

De acordo com a Fifa, foram registrados insultos e comportamentos racistas, lançamento de objetos, uso de fogos de artifício, bloqueio de escadas, realizados por um grande número de torcedores durante o jogo disputado na Puskas Arena, em Budapeste.

O atacante Raheem Sterling e o meio-campista Jude Bellingham foram alvo de cantos de cunho racista por parte da torcida húngara. Na comemoração do gol de Sterling, o primeiro da goleada inglesa por 4 a 0, torcedores arremessaram copos de plástico no gramado.

Depois da vitória, os jogadores da seleção inglesa ainda tiveram de lidar com o disparo de fogos de artifício para dentro do gramado. Havia oficiais da Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês) nas arquibancadas do estádio para filmar possíveis incidentes racistas.

"A Fifa rechaça firme e claramente toda a forma de racismo ou violência, assim como qualquer outro tipo de discriminação ou abuso, e não tolerará, em absoluto, esse tipo de comportamentos no futebol", informou a nota oficial emitida nesta terça-feira pela entidade.

A Comissão Disciplinar ainda decidiu que "em caso de reincidência durante os próximos dois anos, será aplicado outro jogo de punição".

O próximo compromisso da seleção da Hungria em casa está marcado para o próximo dia 9 contra a Albânia, também na Puskas Arena, pela sétima rodada do Grupo I das Eliminatórias para o Mundial de 2022, que acontecerá no Catar.

Os húngaros ocupam o quarto lugar da chave com 10 pontos, dois a menos que justamente a seleção albanesa, que está na vice-liderança da chave atrás da Inglaterra, o que garantia uma vaga na repescagem continental.

Últimas